Tech

Volkswagen reúne esforços para tentar desafiar Tesla e Alphabet

CEO da Volkswagen, Herbert Diess, fala sobre a longa jornada da montadora até se tornar uma fabricante de software durante a primeira edição do IAA Mobility.

3 min de leitura
08 Set 2021 - 07h00 | Atulizado em 08 Set 2021 - 07h00

Na última terça-feira (6), o presidente-executivo da Volkswagen, o alemão Herbert Diess, participou da primeira edição do IAA Mobility e afirmou que a maior montadora da Europa ainda tem um longo caminho até se tornar uma fabricante de software automotivo.

 

Ao longo do evento que substitui o Salão Internacional de Frankfurt e promete focar mais em soluções de mobilidade e menos em “carros”, Diess lembrou que este é um dos objetivos fundamentais na estratégia de transformação da empresa e revelou que a Volkswagen reuniu todos os esforços de software em uma única unidade, a Cariad.


Legenda: Logo da Cariad, software automativo. (Reprodução/Divulgação)


O presidente-executivo também comentou que, no momento, é preciso ter mais cultura de software e acrescentou que não quer a criação de uma nova entidade automotiva.

O CEO comentou ainda sobre a esperança de, futuramente, poder desafiar a empresa automotiva e de armazenamento de energia, Tesla, e a holding fundada pelos cofundadores do Google, Alphabet.

 

Conheça Airo, o carro capaz de filtrar a poluição

Whatsapp deixará de funcionar em alguns dispositivos celulares

Hyperloop promete chegada de "trem-bala" ao Brasil

 

Os comentários de Herbert Diess refletem diretamente a pressão enfrentada pelo CEO da Cariad, Dirk Hilgenberg. O presidente-executivo tem sido pressionado a criar, do zero, um software automotivo campeão de classe mundial num mercado onde as corporações batalham intensamente por talento.

 

Hilgenberg revelou aproveitou a oportunidade para relevar aos jornalistas que a Cariad está buscando, nos Estados Unidos e na China, uma competência específica que não conseguiu encontrar na Europa e que essa tarefa requer uma espécie de “poder de fogo” financeiro e acrescentou que, em termos de recurso, a situação ainda é muito favorável para as montadoras.

 

Vale lembrar que a Volkswagen é uma montadora alemã, com sede em Wolfsburg, na Baixa Saxônia, e foi fundada em 1937 pela Frente Alemã para o Trabalho. Atualmente, é considerada a maior fabricante de automóveis do mundo. O grupo por ela também é proprietário de marcas mundialmente famosas como Audi, Bugatti, Ducati, Porsche e Lamborghini.

(Foto Destaque: CEO da Volkswagen, Herbert Diess, em Munique. Reuters)

 

 

Deixe um comentário