Celebridades

Thiaguinho sofre golpe de R$ 9 milhões de empresário

O empresário Bruno Azevedo está sendo acusado pelo cantor Thiaguinho de estelionato e de lavagem de dinheiro por transferir uma quantia para a sua conta bancária sem autorização do artista.

3 min de leitura
23 Dez 2021 - 22h30 | Atulizado em 23 Dez 2021 - 22h30

Thiaguinho, cantor de pagode, registrou ocorrência contra seu ex-empresário Bruno Azevedo acusando-o de estelionato de lavagem de dinheiro. No boletim, Thiaguinho disse que Bruno transferiu R$ 9 milhões entre 2016 e 2021 indevidamente para sua própria conta bancária. O B.O foi registrado na Delegacia de Defraudações no Rio de Janeiro no dia 13 de dezembro. Segundo a jornalista Fábia Oliveira, também há uma ação judicial em andamento. As informações são do jornal Metrópoles.


Empresário de Thiaguinho é acusado de desviar R$ 9 milhões de reais. (Foto:Reprodução/Instagram)


O cantor disse que o empresário recebia um salário na quantia de R$ 31.250 por mês e também uma quantia variável de acordo com os trabalhos que o cantor fazia, além de administrar duas empresas de Thiaguinho. 

Ainda segundo o B.O, o cantor começou a desconfiar do empresário quando percebeu que o mesmo estava comprando bens caros, inclusive um avião de R$ 29 milhões e carros, o que não seria possível de comprar com o salário que recebia, além de movimentações incomuns nas contas bancárias das duas empresas e aplicações com nome de "TH Ativa". Segundo o artista, o valor dessas movimentações seriam de R$ 9.318.469,19.

https://lorena.r7.com/post/Virginia-surpreende-com-look-e-usa-camisola-em-festa-saiba-de-todos-os-detalhes

https://lorena.r7.com/post/Carol-Castro-e-Bruno-Cabrerizo-terminam-o-relacionamento

https://lorena.r7.com/post/Xuxa-relembra-relacao-conturbada-com-Luciano-Szafir-apos-parto-de-sua-filha-Sasha


A assessoria do cantor se pronunciou deixando um comunicado em seu site. "Thiaguinho comunica que promoveu uma expansão e reformulação de sua empresa Paz e Bem. Agora, sob a liderança do próprio cantor e compositor, a empresa, além de gerenciar toda sua carreira, passa a funcionar também como editora e gravadora . Com isso, foi encerrada a parceria mantida nos últimos 5 anos com Bruno Azevedo e sua empresa Híbrido Eventos. Thiaguinho se sente extremamente grato e realizado por tudo o que foi construído ao longo desse período em que teve Azevedo em seu time".

O advogado de Bruno, Ary Bergher, disse ao jornal que está juntando provas para apresentar ao grupo especializado em estelionato e lavagem de dinheiro da Polícia Civil para comprovar que seu cliente é inocente, e que planeja entrar na justiça e acusar o cantor por denúncia caluniosa. 


Foto destaque: Thiaguinho. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário