Celebridades

Marília Mendonça deixa legado com mais de 300 músicas

Marília Mendonça deixa legado de mais de 300 músicas como cantora e compositora. Segundo o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição Marília foi : "uma artista essencial para o sertanejo"

3 min de leitura
14 Nov 2021 - 19h00 | Atualizado em 14 Nov 2021 - 19h00

Neste domingo (14), de acordo com publicação do Jornal Extra a cantora Marília Mendonça que morreu aos 26 anos no último dia 5 em um acidente de avião apesar de muito jovem deixou um legado de mais de 300 músicas.

A cantora que nasceu em Cristianópolis, Goiás compôs aos 12 anos a sua primeira música e segundo dados do Ecad - Escritório Central de Arrecadação e Distribuição constam 324 músicas registradas no nome da sertaneja e 391 gravações que correspondem ao somatório de gravações solo e com parceiros. De acordo com a reportagem, a Ecad define a Rainha da Sofrência como: “uma artista essencial para o sertanejo”. 

A artista deixou algumas canções gravadas com parceiros que ainda não foram lançadas. Segundo os representantes da cantora seriam parcerias com a dupla Hugo e Guilherme, Guilherme e Santiago, Dom Vittor e Gustavo, com a artista mexicana Dulce Maria e com Ludmilla. Não podemos esquecer do projeto as Patroas 35% com a dupla Maiara e Maraisa que foi lançado no mês de outubro pela Som Livre com uma turnê prevista para o ano de 2022 cujo os ingressos já estavam à venda porém, com a trágica morte da sertaneja até o momento ainda não se tem uma definição sobre o que irá acontecer com o mesmo. 


 

 


O caderninho que a artista usava para compor suas músicas foi encontrado dentro do avião e de acordo com o advogado da família o objeto já foi entregue aos familiares. Durante entrevista Luiz Maurício foi questionado sobre a possibilidade de outros cantores gravarem essas composições inéditas porém, segundo ele: “É muito cedo, ainda. Vai ter que ser muito bem avaliado”.

Marília Mendonça foi quem encabeçou o movimento “feminejo” onde as mulheres passaram a compor músicas para as próprias mulheres e junto com ela surgiram as cantoras Maiara e Maraisa, Simone e Simaria e serviu de inspiração para outras cantoras como é o caso de Yasmin Santos, Lauana Prado entre outras.

A cantora antes de se tornar conhecida para o grande público foi responsável pela composição de inúmeros sucessos gravados por duplas masculinas. Podemos citar a música Cuida Bem dela gravada por Henrique e Juliano,  a música Calma que foi gravada por Jorge e Mateus e a música Minha Herança gravada por João Neto e Frederico.

 

https://lorena.r7.com/post/Mae-de-Marilia-Mendonca-publica-mensagem-de-luto

https://lorena.r7.com/post/Filho-de-Marilia-Mendonca-e-Murilo-Huff-surge-em-clique-com-a-avo-paterna

https://lorena.r7.com/post/Mae-de-Marilia-Mendonca-diz-que-vai-conservar-para-que-memoria-da-filha-nao-se-apague


A artista foi uma das grandes incentivadoras para que seu irmão João Gustavo que faz dupla com Dom Vittor atualmente se interessasse pelo mundo da música. O papel de Marília foi tão importante que serviu de inspiração para a composição da personagem Raíssa da série “Rensga Hits” e se o projeto de lei proposto pela prefeita Juliana Costa da cidade de Cristianópolis for aprovado o hospital em que a cantora nasceu receberá o seu nome.

 

Foto Destaque: Marília Mendonça. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo