Saúde

Hospital Sírio-Libanês completa 100 anos

O centenário chegou em meio à pandemia de Covid-19, o Sírio-Libanês teve taxas de mortalidade inferiores às registradas no mundo, o que veio comprovar a excelência da instituição.

3 min de leitura
08 Nov 2021 - 13h18 | Atulizado em 08 Nov 2021 - 13h18

Um dos centros de assistência a saúde referência em atendimento no Brasil e no mundo, o Hospital Sírio-Libanês completa 100 anos de fundação. “É gratificante saber que, 100 anos depois, o norte estabelecido por um grupo de mulheres continua sendo respeitado e reafirmado por nosso colaboradores, médicos, parceiros e beneméritos”, afirma Marta Kehdi Schahin, ex-presidente da Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês.

O diretor geral da instituição Fernando Ganem explicou que as prioridades são: cuidado ao paciente, excelência médica e o compromisso social, “Hoje atendemos tanto pacientes do sistema público de saúde, por meio de parcerias com as instâncias municipais, estaduais e federais, como do sistema privado”.

O centenário do hospital chegou em meio à pandemia de Covid-19, o Sírio-Libanês teve taxas de mortalidade inferiores às registradas no mundo, o que veio comprovar a excelência dos cuidados intensivos da instituição. “Nosso trabalho é sustentado em muitos pilares. Entre eles, estão o cuidado com nossos profissionais e a tecnologia de ponta. De equipamentos a sistemas eletrônicos que compilam informações clínicas, medicamentos, planos terapêuticos e avaliações, tudo colabora para que os profissionais tenham mais tempo para cuidar da saúde física e emocional dos pacientes”, ressalta Wania Regina Mollo Baia, diretora assistencial do Sírio-Libanês.


      

Funcionários do Hospital em Campanha pelo "Fique em casa" (Reprodução/Instagram)


O cuidado com os mais vulneráveis, o apoio aos pacientes e às famílias, o acolhimento aos profissionais de saúde, colaboradores e sociedade em geral, com a participação em pesquisas para o combate ao novo coronavírus e constante propagação das medidas protetivas comprova a manifestação de solidariedade do hospital. “É uma instituição filantrópica na sua essência, em parte assistindo ao paciente e em parte ajudando a desenvolver um sistema de saúde melhor”, diz Paulo Chapchap, ex-diretor geral.

 

https://lorena.r7.com/post/Alemanha-bate-recorde-de-casos-de-covid-19-pelo-segundo-dia-consecutivo 

https://lorena.r7.com/post/Pediatras-defendem-vacinacao-de-criancas-contra-a-Covid 

https://lorena.r7.com/post/O-que-causa-depressao-e-o-ela-causa 


Em comemoração a esse aniversário, será realizado o evento “Sírio-Libanês 100 anos – Passado e Futuro da Medicina”, no qual médicos de oito especialidades farão apresentações abertas ao público, entre 16 e 26 de novembro, com transmissão pelo canal do hospital no Youtube. “Queremos compartilhar com a sociedade informação de qualidade, baseadas nas melhores práticas assistenciais e nas evidências científicas adotadas pelo nosso corpo clínico”, complementa Ganem. 

 

Foto destaque: Sírio-Libanês 100 anos. Reprodução/Instagram 

Deixe um comentário