Notícias

Alemanha bate recorde de casos de covid-19 pelo segundo dia consecutivo

Alemanha atinge 37 mil novos casos de covid-19. O ministro da saúde alemão cogita a aplicação da terceira dose de reforço, além de um novo lockdown nas regiões mais afetadas pela doença.

3 min de leitura
06 Nov 2021 - 15h57 | Atualizado em 06 Nov 2021 - 15h57

Pelo segundo dia consecutivo, a Alemanha bate recordes de casos de Covid-19. Dirigentes de saúde do país cogitam uma terceira dose de reforço contra a doença, além de um novo lockdown em ao menos duas regiões do país, caso a tendência de alta nos casos não for revertida. Nesta sexta-feira (5), o país registrou aproximadamente 37 mil novos casos de covid-19. O índice de novos casos diários ultrapassou o recorde anterior, de 34 mil novos casos, registrados na quinta-feira (4). A agência de notícias, Associated Press, afirma que aconteceu um represamento de notificações durante o começo da semana devido a um feriado que caiu na segunda-feira.

Vacinação contra o HPVreduz índice de casos de câncer de útero, diz pesquisa

Novembro Azul: campanha mundial contra o câncer de próstata

Modismo: A polêmica dos cigarros eletrônicos

Durante a pandemia, a Alemanha chegou à marca de 96.346 mil mortes por covid-19. Para evitar novas mortes, o ministro da saúde da Alemanha, Jens Spahn, relatou que poderá adotar um novo lockdown. Dois líderes de estados, Turíngia e Saxônia, disseram que adotarão medidas de lockdown em seus respectivos estados casos medidas nacionais não sejam tomadas para reverter a alta nos casos do novo coronavírus. Além disso, o líder da Turíngia declarou que faltarão leitos de UTI em dias.


 

Imunizante contra a covid-19. (Foto: Reprodução/ IStock) 


Sobre a terceira dose da vacina, Jens Sphan e os secretários de saúde do país concordaram em conjunto que toda a população deverá ter acesso à dose extra do imunizante contra a covid-19. “Quem acha que é jovem e não é vulnerável deveria conversar com os trabalhadores de unidades de tratamento intensivo”, disse o ministro sobre aqueles que são contrários aos imunizantes. O governo alemão está transferindo pacientes de regiões onde há sobrecarga em hospitais para áreas com menos infecções da doença. Sobre a imunização, aproximadamente 69,4% da população alemã recebeu ao menos uma dose da vacina, segundo dados do jornal Financial Times.

Foto Destaque: Ilustração referente à alta de casos de covid-19. Reprodução/ IStock

Deixe um comentário