Bem Estar

“Fiquei com o pé na cova”, afirma homem que testou positivo para covid 43 vezes

Após um ano internado, homem que testou positivo 43 vezes para covid-19 está curado. Anteriormente, o britânico Dave Smith teve que lidar com um câncer em 2018 e uma operação no coração.

3 min de leitura
11 Ago 2021 - 18h30 | Atualizado em 11 Ago 2021 - 18h30

O britânico aposentado Dave Smith, de 72 anos, testou positivo para o novo coronavírus por 43 vezes. Dave ficou internado por um ano, de abril de 2020 até março de 2021, além de perder aproximadamente 60 quilos. Os últimos anos foram difíceis para o britânico, visto que em 2018 ele enfrentou um câncer e em 2019, uma cirurgia no coração. Além das internações devido à covid-19 que vieram em seguida. Para a imprensa, o britânico afirmou que: “Não quero pular de asa-delta, não quero nadar com golfinho. Só quero viver a minha ‘vidinha’ normal. Tenho visto mais meus amigos e passado mais tempo com minha mulher, que foi incrível”. Dave, que é músico e instrutor de autoescola nas horas vagas em Bristol, disse em entrevista à BBC de Londres que quando contraiu a doença, estava com seu sistema imunológico frágil devido à quimioterapia para tratar uma leucemia.


(Dave Smith em entrevista após a internação por covid-19. Foto: Reprodução/ BBC)


Ministério da Saúde lança campanha contra a obesidade infantil

Vacina:  Rio pode interromper campanha pela segunda vez em menos de um mês

Pandemia: Brasil atinge o 10º dia com média móvel abaixo de mil mortes

Por causa da situação delicada em que Dave estava, Lynda Smith (esposa de Dave), disse que “houve momentos em que achávamos que ele não conseguiria sobreviver”. Após a cura de Dave, cientistas da Universidade de Bristol estudam o caso para analisar o comportamento do vírus. Ed Moran, médico do hospital onde Dave estava internado, afirmou que “a única maneira de ter certeza é através de um estudo adequado”A medicina não sabe com 100% de certeza como Dave Smith se recuperou. No caso do britânico, foram utilizados tratamentos experimentais que podem ter ajudado na recuperação e que, por isso, estão sendo estudados pelos cientistas britânicos. Agora, o desafio dos médicos é descobrir como o vírus se esconde no corpo humana e como é realizado as mutações. Além disso, sabe como que o vírus infectou uma pessoa por tanto tempo. O caso do britânco Dave Smith é considerado o caso de infecção mais longa provocada pelo novo coronavírus.

 

 

(Foto Destaque: Reprodução/ BBC)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo