Notícias

Bahia é declarada em estado de emergência pelo governo federal após ser atingida por tempestade

Bahia é declarada pelo governo federal estado de emergência após sofrer com tempestade atípica desde o dia (07) deste mês.

3 min de leitura
11 Dez 2021 - 12h55 | Atualizado em 11 Dez 2021 - 12h55

Após a Bahia com 17 cidades submersas e Minas gerais (MG) com 32 pelas fortes chuvas dos últimos dias nas duas regiões, o Governo Federal publicou, na última sexta-feira, uma edição extra no Diário Oficial da União (DO) reconhecendo estado de emergência nos dois estados por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O primeiro, região pertencente ao nordeste brasileiro e o segundo, a região sudeste.


Itamaraju alagada pela tempestade (Foto: Reprodução/G1)


Já é contabilizado um total de 50 cidades atingidas pelo ciclone tropical. Nesse sentido, a pasta  anunciou  ontem, 10, que enviou técnicos da Defesa Civil Nacional para apoiar a população atingida do estado baiano. Por conta da tempestade, centenas de famílias  perderam tudo, estão desabrigadas, além de outras desaparecidas.  “Nesta sexta-feira, MDR reconheceu, por procedimento sumário, a situação de emergência em 17 cidades do sul do estado. Municípios agora podem solicitar recursos para atendimento à população atingida”,  diz a publicação no site oficial do órgão.

https://lorena.r7.com/post/Imagens-revelam-destruicao-causada-por-vulcao-na-Indonesia

https://lorena.r7.com/post/Tempestade-Ida-deixa-ao-menos-60-mortos-no-nordeste-dos-EUA

https://lorena.r7.com/post/Whindersson-Nunes-e-Felipe-Neto-usam-suas-redes-sociais-para-ajudar-familias-no-sul-da-Bahia

A publicação explica ainda que a ações nesse sentido acontecem  em excepcionais. “A medida foi tomada por procedimento sumário, que ocorre em casos de desastres de grandes proporções e com base apenas no requerimento e no decreto de emergência ou de calamidade do estado ou do município. O objetivo é acelerar as ações federais de resposta”, enfatizou o texto. A situação dramática e atípica para a região nordeste do país, conhecido por suas belezas naturais, cidades praianas e cheia de resorts que atraem milhares de  turistas do Brasil e do mundo inteiro,  começou no dia (07), terça-feira.

 


 

Ruí Costa (Foto: Reprodução/twitter)


 

O reconhecimento do governo federal se deu após  o governador Ruí Costa  publicar um  decreto sobre a  gravidade do problema que afetou os muncípios de  Anagé, Camacan, Canavieiras, Guaratinga, Ibicuí, Itabela, Itacaré, Itamaraju, Itapetinga, Jiquiriçá, Jucuruçu, Marcionílio Souza, Mascote, Medeiros Neto, Santanópolis, Teixeira de Freitas e Vereda. Na manhã deste sábado (11), o governador baiano informou no twitter que: "iremos, junto com nossa equipe técnica, ao extremo sul da Bahia. A nossa expectativa é que o volume da água já tenha baixado para conseguirmos fazer as intervenções necessárias, reparando os danos causados pelas chuvas", afirmou ele sobre o crítico cenário enfrentado pelas cidades baianas.

 

Foto Destaque: calamidade no sul da Bahia. Repodução/Agência Brasil/Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso 

Deixe um comentário