Celebridades

Angelina Jolie declara em entrevista que temia pela segurança da sua família durante casamento com Brad Pitt

Angelina Jolie declara em entrevista que temia pela segurança da sua família durante casamento com Brad Pitt. A atriz acusa o ex- marido de violência doméstica contra ela e os filhos.

3 min de leitura
04 Set 2021 - 21h30 | Atulizado em 04 Set 2021 - 21h30

A atriz Angelina Jolie revelou durante entrevista para a revista 'Guardian’s Weekend', que durante o seu casamento com o ator Brad Pitt, temia pela segurança da sua família. Ao ser perguntada se tinha receido da segurança dos filhos durante o matrimônio, a atriz respondeu: “Sim, pela minha família. Minha família inteira”.

Jolie declarou que não foi fácil tomar a decisão de dar fim a um casamento após 14 anos de união. Segundo a atriz: “Foi muito difícil para mim estar em uma posição em que senti que deveria me separar do pai dos meus filhos”.  

De acordo com a Angelina, as experiências vividas durante o relacionamento com o ator permitiu que ela entendesse o quanto os direitos das crianças são importantes, porém, alegou não poder dar maiores informações a respeito do assunto  por causa do processo pela guarda das crianças que está em andamento. 

Segundo a revista, a atriz balançou a cabeça confirmando que a alegação feita referia-se ao seu divórcio assim como as acusações de violência doméstica que fez contra Brad Pitt. O ator chegou a admitir em entrevistas que após a separação decidiu se internar numa clínica de reabilitação para se tratar do vício em álcool e drogas.


 

Angelina Jolie acusa Brad Pitt de violência doméstica. Reprodução/Getty Images


Durante a entrevista, Angelina aproveitou para criticar o governo norte-americano por entender que o país não faz o suficiente para proteger o direito das crianças. A atriz também apontou que os Estados Unidos não ratificou em sua totalidade a convenção da ONU sobre os direitos das crianças (UNCRC) e segundo ela esse fato fez com que seu filho adotivo Maddox tivesse sua voz ‘negada’ no processo que move contra Brad Pitt.

Jolie acusou o ator de ter agredido o filho Maddox, durante um voo em que a família retornava da França para os Estados Unidos. Segundo o que foi noticiado, o jovem tentava defender a mãe durante uma discussão entre os atores.

A atriz nesse momento tem se dedicado a divulgação do livro “Know Your Rights and Claim Them” (Conheça seus direitos e reivindique-os), o qual escreveu em parceria com Geraldine Van Bueren, que é advogada de direitos humanos, além de ser umas das redatoras originais da Convenção das Nações Unidas sobre os direitos da Criança de 1989.

https://lorena.r7.com/post/Maiara-e-Fernando-terminam-o-noivado

https://lorena.r7.com/post/Dulce-Maria-fala-sobre-sua-parceria-com-Kevin-O-Chris-Realizando-um-verdadeiro-sonho

https://lorena.r7.com/post/Novo-affaire-de-Neymar-Bruna-Biancardi-fala-sobre-querer-ter-filhos-e-ja-optou-pelos-nomes

Passamos muito tempo bloqueando esses direitos, então este livro é para ajudar crianças a terem um livro de instrumentos para dizer ‘esses são os seus direitos, são coisas que vocês precisam questionar para ver a distância que estão, dependendo do seu país e das circunstâncias, de acessar esses direitos, quais são os seus obstáculos, outros que vieram antes de vocês e lutaram, maneiras de lutar’. Portanto, é um manual para lutar”, declarou a atriz em entrevista para a Reuters.

De acordo com Angelina, apesar de tudo que ocorreu na última década, tudo que ela deseja é que toda sua família ‘incluindo o pai’ seja curada e que todos  fiquem em paz. Segundo a atriz “ Sempre seremos uma família”.

(Foto destaque: Angelina Jolie declara em entrevista que temia pela segurança da sua família durante casamento com Brad Pitt. Reprodução/Twitter)

 

Deixe um comentário