Saúde e Bem Estar

Esta com soluço? Veja dicas caseiras de como acabar com ele

O soluço é produzido pela contração involuntária do diafragma, seguido pelo fechamento da glote, durante a inspiração. Uma das formas de parar o soluço é: prender a respiração, beber água gelada e levar um susto.

3 min de leitura
29 Set 2020 - 11h14 | Atulizado em 29 Set 2020 - 11h14

Todos nós já soluçamos em algum momento da vida e acabamos aprendendo na marra o que é esse incômodo. Já parou para se perguntar por que isso ocorre conosco? Segundo o Ministério da Saúde o soluço é produzido pela contração involuntária do diafragma (músculo que separa o peito do abdômen), seguido pelo fechamento da glote (abertura da laringe), durante a inspiração. As crises têm duração variável e podem durar minutos, horas ou até semanas.

Na maioria das vezes o soluço melhora espontaneamente em poucos minutos. No entanto, as crises podem ser sintomas de inúmeras doenças, de ordem respiratória, digestiva, genital, vascular, psicológica, metabólica ou outras relacionadas ao sistema nervoso central. O soluço pode ter causas psicológicas como ansiedade, tristeza, agonia e depressão. Desta forma, o médico deverá atuar com o objetivo de tratar esses problemas, o que irá resultar no fim do soluço.


Ingerir água gelada é uma das formas de parar o soluço (Foto: Reprodução/melhorcomsaúde)Ingerir água gelada é uma das formas de parar o soluço (Foto: Reprodução/MelhorcomSaúde)


O que causa o soluço ?

 

O Hospital Santa Paula listou alguns dos principais estímulos associados a ele, veja:

Comer demais e muito rápido: Exagerar na refeição leva a uma distensão do estômago, capaz de provocar movimentos anormais do diafragma.

Tomar bebidas alcoólicas ou bebidas carbonatadas: Também por levarem à distensão do estômago, bebidas como cerveja, refrigerante e mesmo água com gás podem gerar soluço.

Dar muita risada: Neste caso, o estímulo anormal se dá devido ao excesso de deglutição de ar.

Misturar alimentos em diferentes temperaturas: Comer alimentos muito quentes enquanto toma uma bebida muito fria também pode provocar espasmos involuntários do diafragma.

Doenças gastrointestinais: Refluxo, esofagite e laringite são algumas das doenças que costumam ter o soluço como sintoma.

Leia mais: Afta: Entenda o que causa e como evitar

 

Como acabar com o soluço?

 

Algumas dicas caseiras:

Prender a respiração: Prender a respiração eleva a quantidade de moléculas de gás carbônico (CO2) na corrente sanguínea, o que faz com que o cérebro atue no sentido de contrair o diafragma;
Beber água gelada: A ingestão de água gelada atua no sentido de estimular, pela mudança de temperatura, o nervo vago (atua na secreção de líquidos digestivos) que também age sobre o diafragma;
Levar um susto: O susto provoca um alerta que libera, na corrente sanguínea, um composto químico chamado catecolamina, que é capaz de regular o funcionamento do nervo frênico (responsável pelo processo de inspiração do diafragma).

Se o incomodo persistir por mais de 48 horas, é o momento de procurar uma ajuda especializada. Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.

 

(Foto Destaque: Moça com soluço. Reprodução/ecycle)

Deixe um comentário