Beleza

Batom foi o item de make mais impactado pela pandemia

A pandemia de Covid-19 influenciou negativamente o mundo da beleza, e o batom foi o item mais impactado nas vendas. Apesar da queda registrada em 2020, nesse ano, houve uma recuperação de todo o setor.

3 min de leitura
02 Set 2021 - 22h00 | Atulizado em 02 Set 2021 - 22h00

A pandemia de Covid-19 impactou o mercado de beleza. A modalidade de trabalho em home office associada às restrições de isolamento social e a obrigatoriedade do uso de máscara facial para sair de casa, alterou a rotina de cuidados pessoais e os hábitos de maquiagem da população feminina. Investir na aparência ficou em segundo plano, e com isso, as vendas de maquiagem despencaram.

Segundo a pesquisa do ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), em 2020, o setor de maquiagem registrou um decréscimo de 18% nas vendas, porém os batons tiveram uma queda de 29%. Este fato se deve ao uso das máscaras faciais, que acabaram diminuindo a importância e o brilho do batom, que passou a ser menos procurado no mercado.


A venda de batom caiu e depois subiu durante a pandemia (Foto: Reprodução/Getty Images)


Os especialistas da ABIHPEC não se surpreenderam com a queda dos números de vendas, e atribuíram o problema como um reflexo das mudanças de comportamento da população em um contexto pandêmico, ao qual estamos vivenciando desde março de 2020.

Mas em 2021, os batons e os outros itens estão virando o jogo e dando a volta por cima. Ainda segundo a ABIHPEC, a demanda por esse item aumentou a partir de abril, e foi se consolidando nos meses de maio e junho, sinalizando uma mudança positiva.

https://lorena.r7.com/post/Lavar-o-cabelo-todos-os-dias-e-necessario

https://lorena.r7.com/post/Dica-de-aparelhos-para-potencializar-seu-skincare

https://lorena.r7.com/post/Selecao-de-deo-colonias-ideais-para-o-dia-a-dia

Os especialistas ressaltam que o uso do batom faz parte da nossa cultura e está relacionado ao estado de espírito e autoestima de quem o usa. Ou seja, apesar de continuar sendo obrigatório o uso de máscaras, porém com o avanço das vacinações, as pessoas estão mais esperançosas e animadas com o futuro, e assim, ficam mais propensas a investir na make.

A previsão é de que os batons de longa duração e que não borram, e os produtos que hidratam e amaciam os lábios, virem a próxima tendência. Com a expectativa do aumento das vendas na área de make, a Associação afirma que a maior beleza está no ato de se cuidar e se proteger.

 

 

 

Foto destaque:Batom foi o item de make mais impactado pela pandemia.Reprodução/Getty Images 

Deixe um comentário