Saúde

Surto de coceira em Pernambuco foi causado por mariposas, aponta dermatologistas

Não era sarna! Mariposas que se reproduzem no calor, liberam fragmentos corporais bem pequenos e afiados que penetram pele humana e causam coceira e irritação

3 min de leitura
10 Dez 2021 - 11h16 | Atualizado em 10 Dez 2021 - 11h16

Durante o último mês, supostos aumento de casos de sarna (escabiose) chamou bastante atenção de médicos na região metropolitana de Recife, em Pernambuco. Isso, sucedeu-se devido a diversos relatos de coceiras, vermelhidão e bolhas em algumas partes do corpo. 

Segundo as informações divulgadas pela Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE), mais de 438 casos de dermatite, sem motivos aparentes, foram registrados no estado. Porém, depois de vários estudos realizados por um time de dermatologistas, com apoio da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) essa hipótese foi descartada. Os especialistas descobriram que a origem desses sintomas na pele foram ocasionados por fragmentos de mariposas da região. 


(Mariposa. Foto: Reprodução/Ian Lindsay/Pixabay)


Em nota publicada pela SBD, os médicos relatam que as irritações na pele foram causadas por fragmentos da parte abdominal de um tipo de mariposa, do gênero Hylesia. E que, esses fragmentos de cerdas minúsculas e bem afiadas, são liberadas após as mariposas voarem em torno de um ponto de luz. Os resquícios entram de forma profunda na pele, vão para o organismo humano e provocam dermatite acentuada. 

Os dermatologistas relatam que surtos como esse são relativamente habituais em em algumas cidades do Brasil, embora não existam dados oficiais registrados. "Isso acontece frequentemente nas casas de veraneio na praia e no campo, que ficam fechadas durante boa parte do ano e são reabertas no verão. As pessoas entram nelas e têm contato com uma grande quantidade dessas cerdas, o que causa esse quadro de dermatite", aponta o especialista Vidal Haddad Júnior.

https://lorena.r7.com/post/Porcentagem-de-pessoas-infectadas-pelo-chikungunya-crescem-em-3700-em-SP

https://lorena.r7.com/post/Vacina-contra-o-cancer-de-mama-sera-testada-em-mulheres

https://lorena.r7.com/post/Como-os-microbios-no-seu-intestino-podem-influenciar-sua-ansiedade


O que fazer quando for afetado por essas cerdas?

"O único cuidado possível é instalar telas de proteção em portas e janelas, mas, mesmo assim, podemos ter contato com o inseto em ambientes externos", diz Vidal Haddad. 

Basicamente, o tratamento em si é tranquilo: feito o diagnóstico, o médico receita remédios que diminuem a inflamação na pele. Na maioria dos casos, pomadas com componentes de corticoides e outros anti-inflamatórios resolvem os sintomas. Se houver alguma situação em que o paciente também tenha pequenas bolhas na pele - sinal de que a inflamação está mais intensa -, é preciso entrar com medicações orais também. 



Foto destaque: Reação alérgica. Reprodução/Freepik

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo