Notícias

Quadrilhas usam aplicativos de namoro para sequestrar vítimas

Em São Paulo, alguns aplicativos de namoro, como o Tinder, são usados como primeiro contato com as vítimas. Depois, um encontro é marcado, onde acontece o sequestro.

3 min de leitura
20 Dez 2021 - 16h31 | Atualizado em 20 Dez 2021 - 16h31

Quadrilhas usam aplicativos de namoro para sequestrar e extorquir vítimas em São Paulo. Os criminosos utilizam fotos de mulheres, que não fazem ideia que estão tendo a imagem vinculada ao delito, e usam o perfil falso para marcar um encontro com as vítimas.

Imagens divulgadas pelo Fantástico mostraram o momento em que os sequestradores abordaram um homem na calçada, que achava que aquilo seria um encontro romântico até ser rendido e levado à força para o carro. Ao se recusar a passar senha de cartões, o homem foi espancado e só conseguiu se livrar da situação, após a chegada dos policiais ao local.

https://lorena.r7.com/post/Gabriel-Boric-vence-Jose-Antonio-Kast-e-e-eleito-presidente-do-Chile

https://lorena.r7.com/post/Encontro-entre-Lula-e-Alckmin-aumenta-a-perspectiva-de-possivel-parceria-em-2022

https://lorena.r7.com/post/Queiroga-e-desmentido-por-camara-do-Ministerio-da-Saude-que-apoia-a-vacinacao-infantil


Em outra ocasião, uma vítima foi enganada pelos sequestradores. O homem, que procurava o endereço da suposta mulher com quem marcou o encontro, foi abordado e feito de refém por quase 6 horas. Os bandidos ainda foram até a casa da vítima e levaram grandes quantias em dinheiro, relógios, joias e demais objetos de luxo. Ele disse à polícia que teve um prejuízo de aproximadamente 1,5 milhão de reais.


Vítima sendo levada ao carro em uma das ruas de São Paulo (Foto: Reprodução/Fantástico)


O crime possui sempre as mesmas características: Eles iniciam a conversa nos aplicativos, como o Tinder, e tentam descobrir quanto a vítima ganha, se ela possui carro, entre outros aspectos. Já sabendo do poder aquisitivo desses homens, os sequestradores marcam o encontro e acabam roubando objetos de valor como celulares e relógios, além de os obrigarem a passar senha de cartões, transferir quantias em dinheiro e fazer empréstimos.

Em entrevista ao Fantástico, o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, ressaltou que o caso vem se tornando cada vez mais corriqueiro em São Paulo e o número de denúncias vem crescendo: “Praticamente todo dia aparece um caso aqui na Delegacia Antissequestro”.

Até o momento, em duas ações da Polícia Civil, 14 suspeitos foram presos por crime de sequestro relâmpago. A pena para esse tipo de delito é de 12 a 20 anos de prisão.

Foto Destaque: Aplicativo de namoro Foto: Divulgação/ Dennizn/ Sutterstock

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo