Celebridades

Policia Federal faz buscas na casa de Sergio Reis e no gabinete do deputado Otoni de Paula

Policia Federal faz buscas na casa de Sérgio Reis e no gabinete do deputado Otoni de Paula. Foram autorizados 13 mandados pelo ministro Alexandre de Moraes

3 min de leitura
20 Ago 2021 - 19h58 | Atulizado em 20 Ago 2021 - 19h58

O cantor Sergio Reis e o deputado Otoni de Paula (PSC-RJ), foram alvos de uma operação nesta sexta-feira (20), a mandados de buscas e apreensão expedidos pelo então Tribunal Federal (STF). Ação investiga a incitação e atos violentos contra a democracia. Contudo, foram autorizados 13 mandados pelo ministro Alexandre de Moraes, atendendo ao pedido da subprocuradora Lindora Araújo da Procuradoria-Geral da República (PGR). Nas buscas houve também as propriedades do cantor e do gabinete de Otoni na Câmara.


Sérgio Reis da entrevista (Foto: Reprodução/Globo News)


Em nota a Policia Federal afirmou: “O objetivo das medidas é apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes”. De acordo com a policia civil a investigação se deu após a circulação de vídeos e áudios pelas redes sociais: "[...] e em matérias jornalísticas em que alguns indivíduos, dentre eles o cantor Sérgio Reis, manifestam-se no sentido de cometerem crimes previstos nos artigos 147, 163 e 262 do Código Penal".


https://lorena.r7.com/post/Ben-Barnes-comemora-seu-aniversario-com-um-mergulho-e-anuncia-Isto-e-40

https://lorena.r7.com/post/Channing-Tatum-e-Zoe-Kravitz-sao-vistos-em-passeio-de-bicicleta-em-NY-e-reacendem-rumores-de-um-relacionamento

https://lorena.r7.com/post/Cansada-de-seu-ex-Jennifer-Lopez-decide-se-desvincular-dos-negocios-em-comum


No áudio que circulou pelas redes sociais, Sérgio Reis convoca protestos em Brasília para promover o fechamento de estradas e sitiar a cidade, com a invasão ao Supremo Tribunal Federal (STF) e derrubada de ministros. Além de invadir o senado se o impeachment de ministros do Supremo não for aprovado: "Se em 30 dias eles não tirarem aqueles caras, nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É isso que você quer saber? É assim que vai ser. Pronto", diz ele na gravação.

O ministro Alexandre de Moraes determinou que os investigados (com exceção do deputado federal Otoni de Paula), sejam proibidos de se aproxima da Praça dos Três Poderes, no distrito federal (DF), no entanto, o ministro argumentou que ela tem o objetivo de "evitar a prática de infrações penais e preservação da integridade física e psicológica dos ministros, senadores, servidores ali lotados, bem como do público em geral que diariamente frequenta e transita nas imediações. A presente restrição somente não se aplicará ao deputado federal Otoni Moura de Paulo Júnior, em razão da necessidade do exercício de suas atividades parlamentares".

(Foto destaque: Policia Federal faz buscas na casa de Sergio Reis e no gabinete do deputado Otoni de Paula. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário