Esportes

Minas Clube afasta Maurício Souza após declarações polêmicas consideradas homofóbicas

Por volta de 16:00 horas o Minas Clube informou que o atleta de vôlei Maurício Souza foi afastado em definitivo pelo clube. Leva a crer que o motivo sejam as recentes publicações polêmicas de Maurício, de cunho homofóbico.

3 min de leitura
27 Out 2021 - 18h14 | Atualizado em 27 Out 2021 - 18h14

O atleta de vôlei do Minas Clube Maurício Souza de 33 anos foi afastado pelo clube mineiro após declarações polêmicas em suas redes sociais de cunho homofóbico. Entenda o caso.



No dia 11 de outubro a editora de quadrinhos mundialmente conhecida por personagens como Batman, Mulher Maravilha e Superman, a DC Comics, divulgou ao site IGN que Jon Kent (filho de Clark Kent) e é o Superman da linha cronológica da editora , vai se assumir bissexual numa edição próxima chamada “Superman: Sono f Kal-El #5” que será lançada em breve. No mesmo dia Maurício fez uma publicação em seu instagram  dando sua opinião sobre uma produção  da Rede Globo para o horário das 19h que estreará em 2022 e utilizará pronomes neutros  em falas de alguns personagens:  O céu e limite se deixarmos! Está chegando a hora dos silenciosos gritarem.”



 
 
 
 
Ainda sobre diversidade, no dia seguinte, 12 de outubro, também considerado popularmente no Brasil como Dia das Crianças e para os católicos como Dia de Nossa Senhora Aparecida, o atleta do clube mineiro fez a seguinte publicação: A é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar…”.


Maurício recebeu diversas críticas no Instagram e uma semana depois decidiu fazer uma live na justificativa de conversar com o público que o acompanha e tirar dúvidas. Ele fala no início do vídeo: “Vai mandando perguntas pra mim caso vocês queiram. Quero conversar sobre muitas coisas hoje, que algumas pessoas tenham dúvidas sobre mim e sobre o que eu penso. Eu vou falar pra vocês nessa live.”

https://lorena.r7.com/post/Lakers-enfrenta-o-Spurs-sem-LeBron-e-vence-na-prorrogacao

https://lorena.r7.com/post/Atletico-MG-tem-94-de-chance-de-titulo-e-as-chances-do-Flamengo-caem-para-4

https://lorena.r7.com/post/Koeman-fala-sobre-ataque-dos-torcedores-do-Barcelona

Ao ser perguntado sobre as postagens polêmicas ele responde: “Sobre os posts que eu fiz, deu muita repercussão. Não tem nada de homofobia, não tem nada disso, são coisas que eu acho. Tudo tomando proporções absurdas. Não precisava seguir por esse caminho. Infelizmente nós temos que falar. Pessoas que pensam diferente, que antes ficavam caladas, agora não ficam mais caladas porque não aguentam mais essas situações e eu também não aguento mais.”

O Minas Clube usou as redes sociais dia 25 de outubro, segunda-feira para expressar seu descontentamento com o atleta. Em nota eles afirmaram: Todos os atletas federados à agregação têm liberdade para se expressar livremente em suas credes sociais." Mas acrescentaram: "Não aceitamos manifestações homofóbicas, racistas ou qualquer manifestação que fira a lei”. A princípio o atleta seria afastado de maneira indefinida e multado.

A repercussão seguiu até a manhã de hoje que levou o clube a desligar o atleta em definitivo.

 

 

Foto Destaque: Maurício Souza. Reprodução  /Instagram 

Deixe um comentário