Celebridades

Mano Brown entrevista Glória Maria em seu podcast ‘Mano a Mano’

Com duração de duas horas e quatro minutos, no episódio desta quinta-feira (09) de 'Mano a Mano', o líder dos Racionais MC's recebeu a jornalista Glória Maria, com quem bateu um papo sobre carreira e representatividade.

3 min de leitura
09 Dez 2021 - 22h28 | Atualizado em 09 Dez 2021 - 22h28

Nesta quinta-feira (9) o rapper Mano Brown recebeu a jornalista Glória Maria no último episódio da primeira temporada de seu podcast ‘Mano a Mano’. Na entrevista, o cantor e Glória conversam sobre a importância de ela ter sido a primeira jornalista negra da TV brasileira e os aprendizados de Mano como apresentador.

Glória disse estar cansada de fazer história e ‘’contar vitória’’ sobre tudo que já fez. ‘’Eu não tive tempo de pensar que fui a primeira. Essa vaidade me cansa. Nunca fui de falar, sempre fui de fazer’’, conta ela.

Com longos anos de carreira, a jornalista comentou como foi o início, quando tinha apenas 16 anos. ‘’Tenho uma amiga chamada Tânia. Nós éramos as mais pobres da escola. Somos amigas até hoje. Ela era secretária da tesouraria, e um dia ofereceram uma vaga pra ela no Jornalismo. Mas não tinha salário, era um estágio sem receber. Não tinha outra pessoa que não quisesse ganhar dinheiro’’.


No 'Mano a Mano', Glória Maria revelou que não recebia salário na TV Globo no início da carreira (Foto: Reprodução/Jef Delgado/Spotify)


Sem receber na TV Globo, Glória trabalhava à noite como telefonista e ganhava o equivalente a R$ 500 mensais. Além disso, ainda cursava a faculdade na parte da tarde. ‘’Eu era a Mulher Maravilha. Nunca tive tempo de curtir, de casar, de nada. Eu só trabalhei e era feliz assim. Enquanto eu estava trabalhando, esquecia todos os problemas da minha família, que eram muitos’’, desabafou.

Ela atribui todo seu sucesso ao talento e dedicação que teve durante sua carreira. ‘’Eu tive sorte de chegar em uma época que o talento valia alguma coisa. Sempre fui respeitada como ser humano. Tive chance de crescer sem ter uma família rica, um marido poderoso... Vim do nada e estou aqui até hoje. A TV Globo nunca me fez favor nenhum. Eu não devo nada a ela. O que a emissora investiu em mim, eu dou de volta: audiência e credibilidade’’, diz ela.

Confira abaixo o episódio:



Questionado por Glória sobre seu comando no podcast, Mano disse ter se permitido encarar a exposição. ‘’Eu saí da minha zona de conforto. Porque música é o que eu gosto de fazer, no meu tempo, na minha casa, nos lugares que eu gosto. E aqui eu estou me expondo a errar, a ser ridículo’’.

https://lorena.r7.com/post/Mano-Brown-recebe-Karol-Conka-na-estreia-do-podcast-Mano-a-Mano

https://lorena.r7.com/post/Mano-Brown-se-emociona-em-entrevista-com-a-primeira-geracao-dos-Meninos-da-Vila-em-seu-podcast

https://lorena.r7.com/post/Premio-Multishow-2021-Cassia-Eller-Marilia-Mendonca-e-Paulo-Gustavo-sao-homenageados-no-evento


Ao longo de 16 episódios o ‘Mano a Mano’, que é produzido pelo Spotify, recebeu diversas personalidades brasileiras da política, música e do restante da classe artística. Entre os nomes estão Wagner Moura, Djonga, Karol Conká e o ex-presidente Lula. O podcast, que estreiou em 26 de agosto, terminou o ano de 2021 como o segundo podcast mais ouvido da plataforma Spotify.

 

Foto Destaque: Glória Maria e Mano Brown. Reprodução/Jef Delgado/Spotify

Deixe um comentário