Celebridades

James Franco consegue acordo com jovens que o acusaram de abuso sexual

Neste último sábado (20), o ator James Franco foi a suprema corte em Los Angeles, juntamente com as estudantes da sua escola de teatro e cinema, que o acusa de abusos sexuais, intimidação e exploração.

3 min de leitura
21 Fev 2021 - 19h08 | Atulizado em 21 Fev 2021 - 19h08

Neste último sábado (20), James Franco foi a suprema corte em Los Angeles, juntamente com as estudantes da sua escola de teatro e cinema, que estavam acusando o ator de abusos sexuais, intimidação e exploração. A informação foi divulgada pela empresa de advogados Valli Kane & Vagnini.


Chá Revelação: Bianca Andrade e Fred serão pais de menino

Léo Santana e Lore Improta oficializaram união, em Salvador

Fábio Assunção surpreende com transformação física: 'Seguimos na luta e no foco'


De acordo com os advogados, o documento foi apresentado no último dia 11 de fevereiro, que indica que as ex-alunas do Studio 4, escola de Franco, as jovens Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal, retiram as acusações contra o ator. O processo corria desde 2019, e segundo as adolescentes, James as obrigavam a fazer cenas de sexo explícito, o que seria: “orgia que foi além dos limites aceitados em Hollywood”.

A ação também indica outros membros da equipe de James como réus, a produtora Rabbit  Bandini, seus sócios Vince Jolivette e Jay Davis. A defesa disse que a aprovação da justiça será até o dia 15 de março, o valor de indenização não foi divulgado, segundo os advogados do ator, as acusações são “falsas e difamatórias”.


James Franco consegue acordo com jovens que o acusaram de abuso sexual (Reprodução: Instagram)


James foi acusado logo após receber O Globo de Ouro em 2018, por atuar em “Artista do Desastre”, o ator foi recebido com protestos o que gerou escândalos no mundo do cinema. Tither-Kaplan foi a primeira a tomar iniciativa de acusar o ator, ao lado de outra mulheres no Los Angeles Times, porém o processo só foi oficializado em 2019.

Uma das ex-alunas comentou que o ator “procurou criar um canal de mulheres jovens que foram submetidas à sua exposição sexual pessoal e profissional em nome da educação”, e as jovens foram forçadas a acreditar que só ganhariam papeis em filmes, quem participasse de tais atos.


(Vídeo- Reprodução: Youtube/ The Late show with Stephen Colbet)


Após as acusações o cineasta vem se esquivando das mídias, sem comentar sobre o assunto. Em uma entrevista com The Late show, com Stephen Colbet em 2018, o ator falou que as denúncias são erradas, e afirmou que: “Se eu fiz algo errado, vou concertar. Eu tenho que consertar”, confirmou.

 

 

(Foto destaque: James Franco consegue acordo com jovens que o acusaram de abusos sexuais. Reprodução: Getty)

 

Deixe um comentário