Reality

Em entrevista, Pocah comenta o cenário atual do Brasil: ‘Hoje o basculho é a situação do Brasil, né?’

A cantora Pocah concedeu uma entrevista a jornalista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia, e falou sobre a atual situação em que o Brasil vive. Ela também falou da importância dos artistas se posicionarem.

3 min de leitura
27 Jun 2021 - 10h26 | Atulizado em 27 Jun 2021 - 10h26

A cantora Pocah concedeu uma entrevista à coluna da jornalista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia, e falou sobre a importância dos artistas se posicionarem nas redes sociais e também fez um comentário sobre a atual situação em que o Brasil vive. Questionada sobre o que ou quem era ‘basculho’ (palavra usada por Gilberto para ofender Pocah, durante uma briga entre eles no BBB 21), Pocah disse:

“Essa história do basculho é ótima porque hoje, eu e Gil nos divertimos com ela. O basculho ficou lá dentro mas eu, e ele inclusive, descobri o significado aqui fora. Hoje o basculho é a situação do Brasil, né? O Brasil tá lascado! Mas eu torço e luto pra que logo logo, mais precisamente em outubro de 2022, esse basculho acabe (risos)”.


Carla Diaz, Gil e Pocah em momento descontraido. (Foto: Reprodução/Twitter)


Com mais de 15 milhões de seguidores nas redes sociais, a funkeira afirma que é de extrema necessidade um artista com tanta influência se posicionar sobre alguns assuntos. “Nem sempre eu sei de tudo para dar minha opinião, mas, sim, acho extremamente necessário todo artista se posicionar, não só os artistas, como todo mundo. É um dever de todos, mas como nós, os artistas, temos grande visibilidade. Nossa responsabilidade social e dever com as pessoas que gostam da gente, que fizeram a gente estar ali, é ainda maior.”, disse e continuou.

Ariadna, ex No Limite, diz ter medo de sofrer violência transfóbica: “ser famosa não facilita”

Power Couple: Após eliminação, Mirela Janis e Yugnir comparam ‘gemidão’ de Li Martins a sessão de exorcismo

Tribo Calango analisa erros cometidos durante Prova do Privilégio

“Não me sinto bem em não dar voz, mas não faço por estar na moda, faço quando toca meu coração, quando sinto que posso contribuir. Eu acredito que é o papel da arte e não acredito que posso apenas subir ao palco para entreter e esquecer quem me ouve. Eu sou transformada todos os dias pelo meu público. Então é mais que necessário, sim, que eu caminhe, troque e possa fazer da minha voz não apenas diversão, mas também alívio e influir com o que puder e que encontre meus ideais.”, finalizou.

Ela também comentou sobre as 15 mil toneladas de alimentos que ela doou na última semana, em comemoração a conquista de 15 milhões de seguidores no Instagram. “Eu queria muito comemorar o marco de ter conquistado 15 milhões de seguidores, que pode não ser nada para algumas pessoas, mas foi uma conquista ver tanta gente interessada em mim e no meu trabalho.”

“Só que ganhar seguidores significa ter responsabilidade e temos uma pandemia que está aí há mais de um ano, já matou 500 mil brasileiros e deixou muitas pessoas numa situação difícil. Então eu entendi que deveria devolver às pessoas esse carinho. Primeiro fui convidada pelo Hemorio para ser embaixadora da campanha 'Cada Gota Importa'. Aceitei com muita honra e já fiz minha doação. Sou doadora há anos e muito atenta à causa.”, disse ela.

 

(Foto destaque: Pocah em ensaio fotográfico. Reprodução/Twitter)

Deixe um comentário