Conheça ‘Young Royals’, nova série LGBTQIA+ teen da Netflix

Publicado 06 de Jul de 2021 às 20:30

Drama, romance, descobertas e tudo que o público jovem da Netflix mais gosta! A nova série original sueca da plataforma, "Young Royals” estreou no Brasil e outros diversos países ao redor do mundo no dia 1º de julho e já criou fãs em todo canto, que pedem para que a Netflix a renove logo para sua segunda temporada.

Embora não possua uma temporada extensa, contando apenas com 6 episódios, com cerca de 45 a 50 minutos cada, a nova queridinha do público é capaz de transmitir as emoções do elenco sem pressa. Mesmo com o foco nos protagonistas, o príncipe Wilhelm (Edvin Ryding) e Simon (Omar Rudberg), os dramas particulares do restante dos personagens também são explorados ao longo da trama.


 

Assista ao trailer oficial de "Young Royals" (Reprodução/YouTube)


Além de abordar duas temáticas populares entre os jovens, sendo elas, colegial e realeza, unindo, de certa forma, sucessos como “Elite” e “The Crown”, “Young Royals” (Jovem Realeza), traz a descoberta da sexualidade e o amor entre jovens LGBTQIA+ de uma maneira leve, carinhosa e delicada, assim como TDAH, Síndrome de Asperger, estresse e relação dos jovens com drogas.

 Ao estrelar um “escândalo” que se tornou público, o príncipe da Suécia, Wilhelm, para limpar a imagem da família real, é obrigado a mudar-se para o tradicional internato de Hillerska. Lá, o jovem, que cursa o primeiro ano, só queria ser como todos os outros alunos, e acaba se apaixonando por um aluno não residente, longe de estar perto dos nobres, Simon, mas as coisas mudam de figura quando o príncipe vê-se sem saída, tendo de escolher entre o amor e o dever real.


 

Omar Rudberg e Edvin Ryding (Reprodução/Instagram)


A produção também traz ao público novos rostos, alguns iniciantes e outros que não eram popularmente conhecidos, mas que já estão conquistando uma grande base de fãs. Edvin Ryding (Wilhelm), tem apenas 18 anos e já atuou em diversas tramas nórdicas, Omar Rudberg (Simon), tem 22 anos, e além de ator, também é cantor! Outros importantes personagens são interpretados por Malte Gårdinger (August), que também já atuou em outras produções, como “Will” e “Fate”, Nikita Uggla (Felice), de 19 anos, que fez sua estreia na série, Ivan Forsling (Erik), que já atuou em “Rebecka Martinsson”, e Frida Argento (Sara), de 21 anos.


Michael Cimino, protagonista de ‘Love, Victor’, revela sofrer ameaças de morte por viver personagem gay

‘Strangers’: Netflix reúne estrelas de séries famosas em seu novo filme

Netflix anuncia datas de estreia da segunda temporada de ‘Outer Banks’ e ‘Eu Nunca’


Outro fato curioso sobre a série, é sua semelhança, notada pelo público, com o livro “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, de Casey McQuiston. Na obra literária, Alex, o filho da presidenta dos Estados Unidos, se apaixona por Henry, o príncipe da Inglaterra. Até mesmo os atores possuem características físicas semelhantes aos personagens de McQuiston.

“Young Royals” ainda não possui uma data estipulada para a segunda temporada e nem sequer a confirmação de que será renovada, porém, seu sucesso é inegável. A série ficou no top 10 de mais assistidos da plataforma em diversos lugares do mundo, levando o elenco e os fãs a comemorarem nas redes sociais.

(Foto destaque: Omar Rudberg e Edvin Ryding como Simon e Wilhelm no photoshoot oficial de “Young Royals”. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário