Money

Bradesco compra parte do banco digital Digio

Depois do negócio, o Bradesco ficaria, indiretamente, com 100% do capital social do banco digital. Para que a transação com o BB seja realizada, ainda é necessária a aprovação do Cade.

3 min de leitura
11 Out 2021 - 16h04 | Atulizado em 11 Out 2021 - 16h04

Na última sexta (8), o Bradesco divulgou que pretende comprar 49,99% do banco digital Digio por R$625 milhões. A parte negociada pertence atualmente ao Banco do Brasil e, caso seja concretizada a operação, o Bradesco passaria a ter, mesmo que indiretamente, 100% do capital social do banco digital. 

Em comunicado oficial, o Bradesco comunicou que a transação vai ao encontro da estratégia da companhia de realizar maiores investimentos em empresas digitais. O principal objetivo é diversificar a área de atuação da instituição financeira com o intuito de atingir públicos distintos, oferecendo produtos e serviços mais personalizados. “O Digio é um banco digital, que disponibiliza aos seus clientes pessoas físicas uma experiência diferenciada para realização de suas atividades financeiras e de pagamentos”, declara a companhia. 



Banco Digio se juntará ao Next como mais um dos braços do Bradesco (Foto: Reprodução/BlogDigio)


Quanto à carteira de clientes do Digio, o banco digital possui cerca de dois milhões de cartões de crédito atualmente, além de disponibilizar serviços como abertura de conta, crédito pessoal, saque em caixas eletrônicos, gratuidade no TED, entre outros. A carteira de crédito do Digio é de R$2,5 bilhões.  

Com a ascensão dos bancos digitais, esse tipo de transação tornou-se comum no mercado financeiro. Os bancos tradicionais, que antes monopolizavam a maior parte das contas bancárias do país, viram as fintechs como Nubank, Inter e C6 Bank caírem nas graças do público, aumentando exponencialmente suas carteiras de clientes. Por isso, para que não percam a corrida contra os bancos digitais, bancos tradicionais têm adotado estratégias que garantam a seus clientes um catálogo de produtos e serviços mais diversificado. 

 

Após 'Batman', Denis Villeneuve revela que deseja dirigir '007'

Facebook, Whatsapp e Instagram caem e deixam milhões de usuários sem acesso

Banco Pan divulga a compra da empresa Mosaico, proprietária do site Buscapé


De acordo com o vice-presidente do Bradesco, Marcelo Noronha, aumentar a base de clientes e a oferta de produtos e serviços do banco são duas das principais metas atreladas à aquisição do Digio. “O Digio, hoje, tem cartão de crédito, contas e empréstimos pessoais. Mas a ideia é colocar investimentos e outros produtos e serviços que possam ir ao encontro da demanda dos clientes como, crédito imobiliário”, afirma Noronha. 

A operação ainda depende da aprovação do Banco Central do Brasil e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para que possa ser concluída. 

 

Foto Destaque: Logo do Bradesco. Reprodução/Facebook

Deixe um comentário