Arthur Aguiar sobre críticas à sua conversão:

Publicado 29 de Sep de 2020 às 12:53

Arthur Aguiar respondeu às críticas após anunciar que se tornou evangélico. O ator condenou os "julgamentos" por sua conversão nos stories do Instagram, na manhã de hoje, afirmando que não passou pelo processo "para provar nada para ninguém" e recomendando que as pessoas "olhem para seus próprios pecados" 

"Eu não me converti pra mostrar ou provar nada pra ninguém, porque senão eu mesmo teria postado. Eu me converti porque eu recebi um chamado de Deus e você só vai entender isso quando acontecer com você", afirmou Arthur, depois que a informação foi vazada pela imprensa. O ator, de 31 anos, tirou períodos sabáticos das redes sociais nos últimos meses depois que sua ex-mulher, Mayra Cardi, acusou o antigo companheiro de ter sido abusivo durante o casamento, cometendo uma série de traições com mulheres diferentes. 

Arthur admitiu os casos extraconjugais e se afastou da mídia, inclusive emprestando seu Instagram para iniciativas sociais. Na sua volta às redes, ele já havia mostrado uma aproximação com a espiritualidade e pediu perdão à ex, mãe de sua filha Sophia, de 1 ano, "por todas as atitudes incabíveis e injustificáveis ao longo desse tempo" 

Foto: Reprodução/Instagram

Apesar das declarações públicas, o ator defendeu que"não quer ou precisa" que seus seguidores acreditem na sua transformação e afirmou que "ninguém tem o direito de julgar o outro". "Não quero e não preciso que ninguém acredite na minha transformação, pois o único que precisa sentir isso é Deus e ele sabe que é de verdade. A única coisa que exijo é RESPEITO, pois você que está lendo minha mensagem não tem o direito de me julgar, de me xingar, de me apontar o dedo ou falar qualquer coisa sobre a minha vida, porque ela não é sua", escreveu ele. 


Leia mais: Lucas Lucco sobre carreira de ator: “A música sempre vai ser o meu foco”

"A grande maioria se acha dono da razão, com direito de julgar, xingar e aplicar uma sentença na vida do outro como se ele fosse Deus. E aí eu te pergunto: Quem é você pra julgar o outro? Quem? Quem te deu esse direito? Olha pra sua vida, olha pra tudo que você faz ou deixa de fazer. Não existe pecadinho e pecadão, existe pecado, erro. Não cabe o julgamento se fulano errou mais ou menos, ele errou e ponto final. Resta saber o que ele fará com todos esses erros, isso que é importante", argumentou o ator. 

"Olhe mais pra si e menos pro outro quando for querer enxergar e apontar algum defeito, você está cheio de erros e defeitos e tá tentando esconder isso colocando os holofotes no erro do outro pra que ninguém veja os seus. E olhe mais pro outro e menos pra você quando pensar em sair por aí julgando, debochando, xingando e fazendo gracinha com a vida do outro", concluiu.

 

(Foto Destaque: Arthur Aguiar . Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário