Saúde e Bem Estar

A parte oculta debaixo dos seus lençois

Você sabe o que se esconde debaixo da sua cama? separamos nesse arquivo o necessário para te explicar que o que junção de suor restos de comidas e células mortas podem tornar sua cama fertil para criação de germes e bactérias.

3 min de leitura
04 Ago 2021 - 10h30 | Atulizado em 04 Ago 2021 - 10h30

O acúmulo de suor, saliva, caspas, restos de comidas e células mortas tornam o que deveria ser seu ambiente de conforto, podem tornar sua cama fertil para criação de germes, bactérias, fungos, pequenos insetos e até possíveis vírus.

A verdade é que depois de um dia cansativo, tudo que queremos é deitar e relaxar no conforto da nossa cama. Mas será, que se você soubesse o que se esconde debaixo dos seus lençóis, iria conseguir descansar mesmo? 

O acúmulo de suor, saliva, caspa, restos de comidas e células mortas tornam nosso lugar de conforto, é um ambiente extremamente fértil para criação e desenvolvimento de uma germes, bactérias e até vírus. 

https://lorena.r7.com/post/Como-os-alimentos-processados-podem-ser-altamente-prejudiciais-a-saude

Separamos algumas dessas coisas que podem tirar seu sono e o que estão por atrás da nossa coberta. 

Insetos: 


Getty Images/Reprodução

Getty Images/Reprodução


Nossa pele solta por volta de 500 milhões de células mortas enquanto dormimos, todos os dias. Com isto, esses pequenos pedaços são atraente para ácaros (responsáveis por causar alergias e até mesmo asma) 

https://lorena.r7.com/post/Uso-excessivo-de-smartphones-prejudicam-o-sono-e-a-produtividade

Outro vilão são os percevejos de cama, são um risco para a saúde. Eles possuem 5 milímetros de comprimento, porém mesmo tão minúsculos (mesmo que sejam responsável por transmitir doenças) deixam picadas que além de incomodar nosso corpo, trazem uma diversidade de efeitos na saúde, alguns deles estão ligados direto a nossa saúde mental, como insônia e ansiedade. 

Mas você deve estar se perguntando, como eles são transportados para sua casa? A resposta é que podem entrar em roupas, mochilas e para eliminar de uma vez é necessário uma equipe treinada. 

Já os ácaros, podem ser expulsos da sua cama com uma lavagem das roupas de cama, em uma temperatura de no mínimo 55ºC.

Bactérias:


Grupo de `Staphylococcus aureus` é vista por microscopia eletrônica. — Foto: Institutos de Saúde dos EUAGrupo de `Staphylococcus aureus` é vista por microscopia eletrônica. — Foto: Institutos de Saúde dos EUA


Nossas camas podem ter como hóspedes vários tipos de bactérias. Houve um estudo, que mostrou que em hospitais descobririam em suas roupas de cama, eram bactérias estafilococos (Essa bactéria causa muitos tipos de infeção, desde de desde furúnculos até infecções no coração) presentes nelas. 

Apesar de ouvirmos falar que essas bactérias são inofensivas, eles podem causar sérias doenças. 

Germes domésticos:  


Getty Images/Reprodução

Getty Images/Reprodução


Os germes podem ser transportados através de objetos como contaminados, como roupas, toalhas, animais domésticos ou vasos sanitários. As toalhas e panos de pratos ter com elas, diversas bactérias. 

Uma diversidade de espécies podem sobreviver por um tempo variado. S. aureus podem viver um semana em uma superfície de algodão. 

Espécies de fungos, que pode causar infecções bucais e urinárias, a categoria de fungos Candida albicans são capazes de viver por um período de até um mês em tecidos. 

https://lorena.r7.com/post/Doenca-degenerativa-rara-mata-aos-58-anos-a-promoter-de-eventos-Alicinha-Cavalcanti

Sapeamos um check- list de medidas de higiene de como evitar esse tipo de problema. 

Manter suas roupas de cama lavadas de forma corretas é a maneira para garantir que germes não se tornem uma ameaça á saúde. Mas, sabemos que o maior questionamento é a frequência de para que estes lençóis sejam trocados? 

Sabemos que por não ser possível lavar os lençóis todos os dias, uma boa maneira de para evitar os problemas já citamos, é manter arejados a cada manhã.   Aspiar os colchoes e a base da cama é uma ótima saida para eliminar alérgenos e o pó. A frequencia para trocar os lençóis é que seja trocados todas as semanas (ou com maior frequência, se possível) principalmente quando você passa muito tempo na cama, dorme sem roupas ou transpira muito. Já a troca de fronhas a cada dois ou três dias, no máximo. Todas as roupas devem ser lavadas entre 40 ºC e 60 ºC (temperatura médias e altas) para matar todos os germes. Não se deve comer e nem beber em cima da cama, não deixe que seus animais de estimação subam nela e retire as meias sujas antes de dormir.                                 

Outra solução é evitar colocar roupa demais na dentro da maquina, utilize uma quantidade suficiente de sabão. Por último, tome banho a noite, evitar não ir para a cama suado ou com maquiagem e ou usar cremes e loções ao deitar, estas dicas são para ajudar a manter os lençóis mais limpos entre as lavagens.

(Foto destaque: A parte oculta debaixo dos seus lençois - Getty Images/Reprodução)

Deixe um comentário