Tech

Vendas de carros híbridos disparam no Brasil

Como consequência do preço alto da gasolina, vendas de carros elétricos/híbridos aumentam. Além de reduzir o uso do combustível, esses modelos também contribuem para a sustentabilidade.

3 min de leitura
01 Set 2021 - 20h00 | Atulizado em 01 Set 2021 - 20h00

Com o aumento do preço da gasolina, aumentou-se também o interesse do brasileiro por automóveis eletrificados. Estima-se que a venda de veículos híbridos/elétricos cresceu 90%, enquanto para os movidos a gasolina/álcool e diesel, o crescimento foi de 23,8% e 40,2% respectivamente.
Até o dia de 25 de agosto, a participação desse tipo de automóvel alcançou a marca de 2,42%, sendo destaque do mercado automotivo e colocando os modelos híbridos em exponencial.

O que são carros híbridos e elétricos?

Um carro híbrido é composto por dois motores: um combustível comum, movido a diesel ou gasolina, e outro movido a eletricidade. Assim, eles não gastam muita gasolina e também não são dependentes de baterias. Eles ainda podem ser classificados em Mistos, Paralelos, e Em Série.



Carros híbridos e elétricos são mais valorizados. (Foto reprodução: Mike/Pexels)


Os carros elétricos são uma opção sustentável, pois não necessitam de combustíveis de origem fóssil, um dos agentes responsáveis pela liberação demasiada de gás Carbono (Co2) na atmosfera. No entanto, seus preços são mais altos e não muito acessíveis, o que torna o carro híbrido mais aceitável e, assim como os modelos elétricos, os híbridos também contribuem com a sustentabilidade.

Assim, unindo sustentabilidade, preços acessíveis e redução do uso de gasolina, os automóveis híbridos se tornam a opção preferida para o cenário atual, sendo já considerado como um bom investimento.
Dentre as marcas que mais se destacam, encontra-se Toyota, Peugeot, Volvo e Mercedes-Benz. 

Leia Mais: Leilão do 5G é aprovado por TCU

Leia Mais: Instagram anuncia lançamento de novo recurso para a aba Loja

Leia Mais: Novas rachaduras são descobertas na Estação Espacial Internacional

A valorização dos modelos elétricos já influenciou outros setores. Em agosto, a Mercedes anunciou seu início na produção de ônibus (urbanos) elétricos, com início de circulação já marcado para o próximo ano.

Embora os modelos híbridos ajudem quanto ao aumento da gasolina, não se sabe suas limitações a respeito do preço da energia elétrica, que também sofreu um aumento.

 

(Foto em destaque: Vendas de carros híbridos disparam no Brasil. Reprodução/ JaePark/Pexels)

Deixe um comentário