Bem Estar

Covid-19: Nova vacina da China tem eficácia em casos graves

Vacina produzida em parceria com o principal órgão de pesquisa cientifica da China, se mostra eficaz em combater as novas variações da Covid-19, alfa e delta.

3 min de leitura
28 Ago 2021 - 16h00 | Atulizado em 28 Ago 2021 - 16h00

Vacina que foi produzida pela Companhia Zhinfei em parceria com o Instituto de Microbiologia da Academia Chinesa de Ciências, mostrou-se eficaz em 86% para casos graves da Covid-19.

De acordo com o relatório da empresa, a vacina ZF2001 obteve êxito de 92,93% contra a variante alfa, o que a torna o imunizante com uma das maiores taxas de eficácia entre todas as vacinas da China contra essa variante. Já contra a Delta, a variante mais infecciosa, a eficácia foi de quase 78%. Entretanto, a Zhinfei Company não divulgou se os resultados adquiridos se referem apenas à casos graves ou também aos sintomas mais leves do vírus.


Vacinação contra o vírus da SARS-CoV-2. (Foto: Stephane Mahe/Reuters)


Em comunicado oficial, "nenhuma pessoa que recebeu a vacina precisou de tratamento médico crítico ou faleceu". A empresa ainda afirma que todos os resultados foram embasados em análise provisória de 221 infecções em uma pesquisa que envolveu 28.500 pessoas.

Foi feito um grande teste clínico com a ZF2001, sendo usada em lugares que ainda enfrentam os surtos. Como por exemplo, antes da etapa final da autorização, a Zhinfei iniciou a III parte dos testes, para uso experimental no Uzbequistão e Paquistão, sendo em dezembro e janeiro, respectivamente. Está sendo testada também no Equador e Indonésia.

https://lorena.r7.com/post/Johnson-Johnson-afirma-que-2a-dose-da-vacina-amplia-a-imunidade-em-nove-vezes

https://lorena.r7.com/post/Pfizer-e-BioNTech-firmam-acordo-com-Eurofarma-para-producao-de-vacinas-contra-a-covid-19-no-Brasil

https://lorena.r7.com/post/Ministro-da-saude-divulga-plano-de-divulgacao-e-alerta-estados-que-nao-seguem-o-plano-federal

Sendo a quinta vacina desenvolvida na China, o imunizante foi aprovado de modo emergencial em 10 de março e desde então é uma das vacinas distribuídas pelo país e reforça a campanha para vacinar sua imensa população.

A tecnologia usada no imunizante é semelhante à da Novavax, que possui 90% de eficácia contra sintomas graves de Covid-19. Vacinas da Pfizer e Moderna que possuem tecnologia mRNA, resistem contra as variações da Covid-19 de modo geral, incluindo a delta.

(Foto destaque: Covid-19: Nova vacina da China tem eficácia em casos graves. Reprodução/ Pixabay).

Deixe um comentário