Tech

Universidade Standford começará curso em realidade virtual

Curso será totalmente ministrado por realidade virtual. E contará com a ajuda do grupo Meta, dono do Facebook, para garantir a privacidade dos alunos.

3 min de leitura
14 Dez 2021 - 22h00 | Atualizado em 14 Dez 2021 - 22h00

Prometendo inovar no mercado da educação, a Standford University lançou sua primeira classe totalmente ministrada com uso de realidade virtual. O projeto é liderado pelo professor Jeremy Bailenson, e surgiu da necessidade de testar, na prática, as tecnologias que ja estão sendo estudadas pela universidade. Com o nome de "Pessoas Virtuais", o curso tem intenção de aprofundar os estudos sobre as experiências decorrentes da tecnologia imersiva. 

As aulas acontecem no Engage, um software desenvolvido pelos próprios alunos do curso de tecnologia. Essa plataforma funciona como um lugar para interações virtuais entre estudantes e professores de outras disciplinas. Segundo Bailenson, a capacidade de desenvolver narrativas que possam parecer impossível no mundo físico é um dos aprendizados que a tecnologia possibilita para as pesquisas. 



Utilização de VR. (Foto:Reprodução/GettyImages)


Uma das disciplinas integradas à grade, é uma sessão de meditação guiada, utilizando VR. Também é possível a criação de avatares. Adaptações necessárias foram feitas para que fosse possível um curso totalmente feito através de equipamentos de realidade virtual, uma delas é a limitação do tempo de aula a 30min, para evitar desconfortos físicos que podem acontecer durante a imersão, como ejoos. Outro ponto é a preocupação com a privacidade, neste caso, Bailenson conseguiu uma parceria com a Meta, dona do Facebook, para permitir que os alunos usem contas neutras no Oculos, aparelho utilizado no curso.

https://lorena.r7.com/post/Banco-Central-anuncia-como-sera-a-implementacao-da-4-fase-do-Open-Banking

https://lorena.r7.com/post/Ralph-Lauren-anuncia-entrada-no-metaverso-do-jogo-Roblox

https://lorena.r7.com/post/Servico-de-taxi-sem-motorista-tem-mais-de-10-mil-usuarios-em-fila-de-espera


O Laboratório Virtual de interação Humana da universidade desenvolveu o "Perigoso, Impossível, Contraproducente e Caro", uma classificação dada as disciplinas impraticáveis na realidade em função do alto risco e alto custo. Uma dos exemplos são a oceanografia e aeronáutica.   

A Standford ja é conhecida por utilizar a tecnologia de realidade virtual nos cursos de medicina. A tecnologia permite que estudantes de medicina treinem a experiência imersiva para cirurgias muito delicadas e complexas. 

Foto Destaque: Laboratório de realidade virtual de Standford. Reprodução: StandfordUniversity

Deixe um comentário