Bem Estar

Última fase do passaporte da vacina começará dia 15 no RJ

No dia 15 de novembro, o estado do Rio de Janeiro iniciará a última fase do passaporte da vacina e será exigido imunização completa para maiores de 18 anos. O passaporte pode ser apresentado pelo Conecte SUS.

3 min de leitura
02 Nov 2021 - 19h11 | Atualizado em 02 Nov 2021 - 19h11

No dia 15 de novembro, o estado do Rio de Janeiro iniciará a última fase do passaporte da vacina, através do aplicativo Conecte SUS ou pelo comprovante de vacinação e será exigido imunização completa para maiores de 18 anos. Na capital carioca, o calendário de cobrança do passaporte entrou em nova fase: é obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação com todas as doses para pessoas entre 30 e 39 anos, para ter acesso à bares, cinemas, academias e outros locais fechados. Na última fase, que começa dia 15, será cobrado o ciclo vacinal completo para todos os cariocas acima de 18 anos residentes na capital. Para reduzir o número de pessoas com a vacinação em atraso, a Prefeitura do Rio liberou a redução do intervalo do imunizante fabricado pela Pfizer de 12 semanas para 21 dias.

Cidades do Rio de Janeiro adotam flexibilização sobre o uso de máscaras

Anvisa aprova produto medicinal à base de canabidiol

Estudo experimental de tratamento contra a depressão é realizado nos EUA  e Brasil

Na segunda-feira,1, e nesta terça-feira, 2, não houve vacinação na cidade do Rio devido ao feriado de finados. Logo, as doses das pessoas que receberiam o imunizante nesses dias foram antecipadas para a última sexta-feira e sábado. Para aqueles que não conseguiram ir aos postos de vacinação, haverá repescagem nos dias 3 e 6 de novembro, quando a imunização será retomada. Nesta quarta-feira, 3, também será a repescagem para idosos acima de 64 anos que faltaram à terceira dose da vacina contra a covid-19, para profissionais da saúde que tomaram a segunda dose no mês de abril e para pessoas com alto grau de imunossupressão acima de 12 anos.


Jovem recebendo o imunizante contra a covid-19. (Foto: Reprodução/ IStock)


A Secretaria Municipal de Saúde do Rio, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino e a Fiocruz irão realizar uma pesquisa para avaliar a eficácia, segurança e possíveis benefícios da aplicação da terceira dose contra a covid-19 em toda a população adulta. A pesquisa irá avaliar o comportamento da terceira dose com diferentes combinações, entre outras coisas. Para isto, metade do grupo receberá o imunizante AstraZeneca e a outra metade será vacinada com o imunizante Pfizer.

Foto Destaque: Aplicativo Conect SUS. Reprodução/ Arquivo Agência Brasil/ Marcelo Camargo

Deixe um comentário