Money

Uber e 99 aumentam o valor de tarifa das viagens

Após as altas sofridas pelo combustível nas últimas semanas, Uber e 99 decidiram reajustar os valores cobrados pelas corridas. A medida visa diminuir o número de evasão de motoristas dos aplicativos.

3 min de leitura
15 Set 2021 - 13h25 | Atulizado em 15 Set 2021 - 13h25

Na segunda-feira (13), mais uma plataforma de transporte anunciou que as tarifas cobradas nas viagens de seus motoristas receberam um aumento. A empresa da vez foi a 99, que, assim como a Uber, decidiu fazer reajustes em virtude do encarecimento do preço do combustível no país. Segundo pesquisa recente realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio da gasolina nos postos do Brasil chegou a R$6,00 por litro, podendo ultrapassar os R$7,00 a depender do estado. 

 


Motoristas de aplicativos vêm sofrendo com alta do combustível (Foto: Tim Samuel/Pexels)


 

Tal como informado pela 99, os novos valores terão um acréscimo que pode variar de 10% a 25% dependendo do local. Essa medida valerá para mais de 20 regiões metropolitanas, abrangendo grandes capitais como São Paulo, Fortaleza, Belo Horizonte, Maceió, Florianópolis, Goiânia, Salvador, São Luís e João Pessoa. De acordo com a empresa, os reajustes serão todos subsidiados pela própria 99 e objetivam manter um maior equilíbrio entre os motoristas e usuários do serviço.

"O aumento revisa os ganhos dos motoristas parceiros e foi definido levando em consideração a manutenção do equilíbrio da plataforma, para possibilitar que a população continue tendo acesso a um meio de transporte financeiramente viável, seguro e eficiente”, relatou a Companhia. 

 

Bitcoin tem uma queda após El Salvador adotar a criptomoeda como moeda oficial

McDonald’s passa a aceitar o Bitcoin como pagamento

Banco Central anuncia o PIX Troco e PIX Saque, novas modalidades do PIX

 

Além da 99, a Uber também divulgou que as corridas realizadas por seus motoristas sofreram um aumento. Segundo o anunciado na última sexta-feira (10), a plataforma tem feito uma revisão geral dos preços levando em conta, principalmente, os custos obtidos pelos condutores no dia a dia. Apesar de não ter especificado quais as demais cidades em que foram aplicados os ajustes, as corridas feitas na região metropolitana de São Paulo já utilizam a nova tabela de tarifas.

As atitudes tomadas pelas duas plataformas de transporte refletem o momento de dificuldade vivido pelos motoristas de aplicativos atualmente. Com isso, espera-se que o número de evasões de condutores dos aplicativos diminua.  

 

(Foto destaque: Artem Podrez/Pexels)

Deixe um comentário