Money

McDonald’s passa a aceitar o Bitcoin como pagamento

Após o país adotar o Bitcoin como moeda oficial, a rede de fast-food McDonald's em El Salvador começa a aceitar pagamentos por meio da criptomoeda. O país é o primeiro do mundo a reconhecer oficialmente a moeda.

3 min de leitura
08 Set 2021 - 08h04 | Atulizado em 08 Set 2021 - 08h04

Anunciada nesta última terça-feira (7), a adesão de uma criptomoeda como moeda oficial por El Salvador trouxe para os seus cidadãos novas maneiras de realizar o pagamento de produtos ou serviços. Atualmente, algumas redes de restaurantes mundialmente conhecidas, por exemplo o McDonald’s, já entraram no jogo e começaram a receber em bitcoin (BTC) por seus produtos.

 


McDonald's começa a aceitar pagamentos em Bitcoin em El Salvador (Foto: MichaelWuensch)


 

Ao todo 19 lojas do McDonald’s estão presentes no país latino-americano, que em parceria com a OpenNode, empresa que permite o recebimento por meio da criptomoeda, oferecem o bitcoin como novo meio de pagamento para os seus consumidores. Estes pagamentos poderão ser realizados tanto nas lojas físicas quanto online e por meio do aplicativo de entregas. 

 

A notícia a respeito do pagamento em moeda virtual foi dada pelo jornalista Aaron van Wirdum, que ao entrar em um estabelecimento do McDonald’s perguntou despretensiosamente se poderia pagar em bitcoin, sem esperar que fosse ser apresentado a um QR Code a fim de efetuar o pagamento em moeda virtual. 

 

Banco Central anuncia o PIX Troco e PIX Saque, novas modalidades do PIX

 

Já sonhou em sair do Burger King sem pagar? Agora isso pode virar realidade

 

Conforme a Sebrae o comércio de itens usados cresce 48,5% na pandemia

 

“Acabei de entrar em um McDonald’s em San Salvador (capital do país) para ver se poderia pagar meu café da manhã com bitcoin e, para ser honesto, esperando ouvir um não. Mas olhem só, eis que imprimiram um ticket com QR Code que ao escanear me levou a uma página para pagamento via Lightning, e agora estou curtindo meu café da manhã tradicional”, relatou o jornalista, ontem em sua conta pessoal no Twitter. 

 

Vale ressaltar que a nova lei de El Salvador tem como objetivo dispor que as empresas aceitem, obrigatoriamente, receber bitcoins como meio de troca para aquisição de bens e serviços, estabelecendo também que o governo terá a obrigação de aceitar o pagamento de impostos por meio da criptomoeda. Logo, a partir de agora, a moeda virtual obterá o mesmo “valor” que o dólar no país, sendo visto como dinheiro comum em qualquer ação comercial, o que significa que nenhuma empresa presente no país recuse o bitcoin como opção de pagamento.

 

(Foto destaque: Akiragiulia/Pixabay)








Deixe um comentário