Tiago Abravanel comenta fala de Patrícia: 'Não dá para passar mão na cabeça'

Publicado 02 de Jun de 2021 às 14:06

Tiago Abravanel, de 33 anos, comentou a postura de sua tia, Patrícia Abravanel, após ela ter comentado na última terça-feira (1), sobre relacionamentos homossexuais no programa Vem Pra Cá do SBT. Através de um vídeo publicado em suas redes sociais, o ator classificou a fala de Patrícia como homofóbica e disse que o comentário o pegou de um jeito muito mal. Ele contou que resolveu fazer o vídeo para dizer como ele, como homem gay, se sente ao ouvir o que ela disse.

"Em primeiro lugar, orientação sexual não é uma questão de opinião. É uma questão de respeito. Você não precisa ser como eu, mas precisa respeitar quem eu sou e ponto final. Opinar você opina se uma roupa é bonita ou feia para você. Se você quer café ou chá ou se você gosta de doce ou salgado. A orientação sexual não é da opinião de ninguém. A não ser da pessoa que escolheu ser aquilo que ela é. Escolheu não. Ela nasceu assim", começou dizendo o cantor.


 Tiago Abravanel comenta fala de Patrícia: 'Não dá para passar mão na cabeça' (Foto: Reprodução/Instagram) Tiago Abravanel comenta fala de Patrícia: 'Não dá para passar mão na cabeça' (Foto: Reprodução/Instagram)


Patrícia ainda disse que a comunidade LGBTQIA+ precisava ser mais tolerante com quem erra ou é mais "conservador". "Eu acho que não é questão de tolerância. Pessoas sofrem e morrem por isso. Quando um casal de gays está na av. Paulista e leva lâmpada na cabeça não dá tempo de explicar. Não é a gente que sofre que tem que ensinar", afirmou ele.

Thiago finalizou dizendo que está à disposição para ajudar a tia a compreender melhor desse assunto caso ela deseje ligar para ele. "Quando vai na TV ao vivo e fala o que acredita ou bem entende você é responsável por aquilo. Não dá para passar mão na cabeça", concluiu.

Rafa Kalimann e Caio Castro são acusados de homofobia por apoio a pastor

Rafa Brites explica saída da TV: 'O que me alimentava era o ego'

Romana Novais presta apoio a Maria Lina e Whindersson após a morte de João Miguel: 'Coração apertado'

A fala da apresentadora causou uma grande repercussão e críticas nas redes sociais. Durante o programa, ela comentava a polêmica envolvendo a ex-BBB Rafa Kalimann e o ator Caio Castro que compartilharam um vídeo do pastor Cláudio Castro no Programa do Raul Gil, em que alega não ser a favor do relacionamento homossexual, porém respeita.

“Acredito que nós, mais velhos e que fomos educados por pais mais conservadores, estamos aprendendo, estamos nos abrindo, mas é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar? Podemos ter opiniões diferentes, e tudo bem! Tudo é muito enfatizado, muito polemizado”, afirmou Patrícia.

“Acho que, assim como LGBTYH (sic), não sei, querem o respeito, eles têm que ser mais compreensíveis com aqueles que hoje ainda não entendem direito ou estão se abrindo para isso. O que vou falar para o meu filho? Como falar? Então tem que ter respeito, compreensão e não fazer um massacre. Não é por força, poder, mas por diálogo, conversa, respeito.”, falou ela.

 

 

 

(Foto destaque: Tiago Abravanel comenta fala de Patrícia: 'Não dá para passar mão na cabeça'. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário