Suspeitos de sequestrar cachorros de Lady Gaga são indiciados

Publicado 30 de Apr de 2021 às 17:45

Os supostos membros de uma gangue, acusados de atirar no passeador de cães da cantora Lady Gaga e raptar seus buldogues franceses, Koji e Gustav, em 24 de fevereiro, foram denunciados em Los Angeles, durante a última quinta-feira (29). De acordo com o que informa o Page Six, James Jackson, de 18 anos, Jaylin White, de 19, e Lafayette Whaley, de 27 anos, foram indiciados pelos crimes de tentativa de homicídio e roubo. Segundo autoridades de LA, Jennifer McBride, de 50 anos e Harold White, estão sendo acusados como cúmplices do crime.

Jennifer alegou, ainda de acordo com Page Six, que havia encontrado os cães para receber a recompensa estimada em US$ 500 mil que Gaga oferecia. Pela participação no caso, o juiz determinou que a fiança de McBrige fosse fixada em US$ 10 mil, considerando o uso de uma tornozeleira eletrônica para que não saia de casa. Já a fiança de Harold ficou por volta de US$ 35 mil.


Koji e Gustav, cachorros de Lady Gaga (Foto: Reprodução/Instagram)


Quanto aos participantes diretos do crime, a Variety afirma que as fianças chegam a ser milionárias! A de James Jackson, o possível responsável por alvejar Ryan, foi estabelecida em US$ 3 milhões. Lafayette teria que pagar US$ 1,1 milhão, enquanto Jaylin ficou em US$ 1 milhão.

Um relatório divulgado pela Variety afirma que todos os suspeitos, exceto Jennifer, possuem ligações com gangues, mas que não sabiam que Gaga era a dona dos pets. Eles teriam os sequestrados por saberem o alto valor comercial dos animais.

“Este foi um crime de rua descarado que deixou um homem gravemente ferido”, relatou o promotor público George Gascón em um comunicado. “Nós alegamos acusações muito sérias neste caso e temos fé que a justiça será servida de maneira apropriada conforme o caso se desenrolar no tribunal.”

Como conta o Daily Mail, o profissional Ryan Fischer, de 30 anos de idade, foi abordado enquanto passeava com Miss Asia, Gustav e Koji, nas redondezas de West Hollywood, por volta das 22h, do dia 24/02. Miss Asia conseguiu fugir, sendo recuperada por policiais, enquanto Koji e Gustav foram levados e Ryan foi baleado no peito.


Justin Bieber adia turnê para 2022

Elliot Page afirma estar confortável com o corpo pela primeira vez

Faustão assina contrato com a Band


 O passeador Ryan permaneceu internado em estado grave durante mais de um mês. Houveram complicações em seus pulmões e parte do órgão precisou ser removido. Apesar da experiência traumática, Fischer é grato por continuar vivo:

"A jornada é difícil, é certamente dolorosa, e escolhas questionáveis que não me servem mais como usar jeans skinny são feitas, mas eu tento. Em algum lugar nisso, encontro o absurdo, a maravilha e a beleza que esta vida oferece a todos nós.", afirmou.

Uma audiência preliminar para todos os suspeitos está marcada para o próximo dia 11.

 

(Foto destaque: Suspeitos de sequestrar cachorros de Lady Gaga são indiciados. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário