Notícias

Rompimento de represas na Bahia colocam o estado em monitoramento

Dez represas correm risco de romper por conta das consequências das chuvas que vêm atacando o estado nas últimas semanas

3 min de leitura
28 Dez 2021 - 21h33 | Atulizado em 28 Dez 2021 - 21h33

Desde o início de dezembro, o estado da Bahia vem sofrendo bastante com as grandes chuvas, rios estão transbordando, cachoeiras estão com as correntezas cada vez mais fortes e, consequentemente, represas estão correndo risco de romperem.

Mais de 90 famílias estão desabrigadas em Itabuna, município no qual reside o rio Cachoeira, que teve a sua pior inundação em mais de 30 anos. Já o rio Paraguaçu, onde se encontra a usina hidrelétrica de Pedra do Cavalo, uma das mais importantes do estado, a água já atingiu o pico e a qualquer momento pode romper, de acordo com o relato dos bombeiros que estão monitorando o local.

“A força da água assusta. Apesar de a chuva ter diminuído, muitos rios e barragens seguem com o nível alto. A barragem da Pedra, perto de Jequié, precisou abrir seis das sete comportas. E com o aumento do volume liberado, o Rio de Contas subiu, afetando as comunidades ribeirinhas”, comunicou.


Chuva causa rompimento na barragem e deixa desabrigados (Foto: Reprodução/TV Bahia


A Prefeitura de Itambé já avisou aos moradores que saíssem de suas casas e procurassem um abrigo mais seguro com amigos e familiares. A preocupação é pela sequela causada pelo rompimento da barragem de Iguá, em Vitória da Conquista, pois, ao quebrar, acabou causando uma forte enxurrada em várias partes do município.

https://lorena.r7.com/post/Numero-de-criancas-hospitalizadas-por-covid-19-quadruplica-em-Nova-York

https://lorena.r7.com/post/Nota-do-Ministerio-da-Saude-diz-que-vacina-contra-a-Covid-19-em-criancas-e-segura

https://lorena.r7.com/post/Condominio-de-luxo-que-sofreu-com-alagamento-continua-inundado-em-Ilheus

A prefeita de Vitória da Conquista comunicou aos seus moradores sobre o risco que estavam correndo, “Tiramos todas as pessoas que estavam próximas desse córrego, então todas as medidas foram tomadas e estamos prontos para dar todas a assistência aos moradores. Agora é torcer realmente para que não quebre a estrada e não seja necessário interditar a 116’’.

Na região da Chapada Diamantina, em Jussiape, outra represa se rompeu e a administração de uma escola local ofereceu o ginásio para que os desabrigados tivessem onde ficar.

 

Foto Destaque: Barragem rompe no estado da Bahia. Reprodução/O Globo

Deixe um comentário