Preenchimento com ácido hialurônico: tudo o que você precisa saber sobre o procedimento facial

Publicado 08 de Apr de 2021 às 23:58

O preenchimento facial é uma técnica que injeta componentes modeladores e biocompatíveis que penetram na camada profunda da pele. Seu objetivo é preencher sulcos ou até mesmo aquelas áreas que acabaram perdendo muito volume conforme o avanço da idade, como as rugas. 

O preenchimento facial é vastamente utilizado em clínicas de beleza, mas ele é um tratamento que vai além dos benefícios estéticos: tem impacto na saúde bucal da pessoa. Por isso, é também recomendado e realizado por profissionais de odontologia.

Sabemos que qualquer pessoa está sujeita a desenvolver desarmonias no sorriso e na face. Essas características acabam interferindo de forma negativa na aparência e, em alguns casos, podem prejudicar a dinâmica bucal e a facial. Dessa forma, é interessante corrigir essas alterações

Ele pode ser utilizado para remodelar os lábios e também a região perioral, a região que circunda os lábios. Como resultado, há uma homogeneização da pele, permitindo que os eles tenham mais volume e alcancem mais simetria no sorriso e na face.

Qual a diferença entre ácido hialurônico e toxina botulínica?

Quando o assunto é preenchimento facial, é comum as pessoas fazerem uma confusão entre as substâncias utilizadas. Por exemplo, há uma associação entre o ácido hialurônico e a toxina botulínica. 

Esta última é mais conhecida como o botox e ajuda a minimizar e suavizar a força de contração muscular. Ela também tem a função de relaxar as regiões do rosto onde há bastante movimentação, é o caso da testa e da região ao redor dos olhos. A toxina botulínica ajuda a evitar que marcas de expressão se instalem nessas regiões. 

O botox apresenta poucas contraindicações, como em caso de gravidez, lactação e alergias. O intervalo entre uma aplicação e outra varia de acordo com cada pessoa, mas o indicado é que não seja reaplicado antes de 5 meses.


(Preenchimento Labial. Reprodução/Beaty Studio)


Já o ácido hialurônico é mais utilizado para preenchimentos localizados onde há perda acentuada de marcas e linhas de expressão. Essas regiões estão entre o ângulo da mandíbula e o canto da boca.

Quais as possíveis reações ao tratamento?

É natural que cada pessoa tenha manifestações reativas no momento da aplicação ou ainda depois da absorção das substâncias do preenchimento facial. 

https://lorena.r7.com/post/Lipoaspiracao-Veja-os-riscos-deste-procedimento-cirurgico

https://lorena.r7.com/post/Vacinacao-Veja-quem-pode-se-vacinar-nesta-primeira-fase-e-como-sera-a-distribuicao-no-Brasil

https://lorena.r7.com/post/Cuidados-com-os-exageros-ao-consumo-de-bebidas-alcoolicas-nas-festas-de-fim-de-ano

Pode ocorrer, por exemplo, uma pequena vermelhidão e surgimento de hematomas pequenos no local da aplicação, mas esse sinais acabam desaparecendo em alguns dias. É fundamental sempre seguir as instruções de recuperação estabelecidas pelo dentista. 

Sendo assim, para quem deseja continuar desfrutando de todos os benefícios dessa aplicação por um longo tempo, torna-se necessário realizar manutenções pelo menos uma vez por semestre ou até mesmo por ano. Isso pode variar conforme a indicação do cirurgião dentista.

(Foto Destaque: Preenchimento com ácido hialurônico: tudo o que você precisa saber sobre o procedimento facial. Reprodução/Derma Club). 

Deixe um comentário