Celebridades

Paul McCartney faz revelações sobre suas plantações de maconha

O cantor, músico, compositor e ex-Beatles abriu a porta de sua fazenda para mostrar a um jornal britânico um pouco de suas plantações de cannabis, relatando as adversidades que enfrenta.

3 min de leitura
06 Out 2021 - 22h50 | Atualizado em 06 Out 2021 - 22h50

O cantor Paul McCartney, aos 79 anos, noticiou algumas curiosidades sobre as plantações de maconha em sua fazenda, que fica localizada em Peasmarsh, uma vila no condado de East Sussex, na Inglaterra. Ele afirmou que esconde as plantas de adolescentes os quais costumam invadir o lugar, além de comentar sobre outros tipos de plantações que cultiva.


Paul McCartney alegou sofrer com invasões de jovens em sua propriedade. (Foto: Reprodução/Instagram)


Em entrevista ao Daily Mirror, um jornal britânico, McCartney pontuou o fato de estar tendo problemas com as invasões de jovens os quais tentam roubar as plantas para uso próprio. Com isso, Paul reafirmou que está seguindo as regulamentações do governo, o qual sugere que as plantações sejam realizadas junto com produções de trigo, centeio e ervilhas, além da recomendação de uma plantação e cultivo menos alarmante.

Nós fazemos plantações, gosto de fazer coisas como espreita de trigo, centeio, plantamos ervilhas...”, disse, brevemente. Em seguida, ele citou seu cultivo de cânhamo, uma espécie de cannabis usada para produzir óleos, medicamentos, cosméticos, tintas, roupas, detergentes, entre outros. A fama desse tipo de cultivo é por conta do baixo teor de THC (tetra-hidrocanabiodiol). Esse elemento é o responsável por afetar os fumantes da erva.

https://lorena.r7.com/post/Gkay-vive-drama-ao-chegar-ao-Rio-de-Janeiro-Misto-de-felicidade-e-tristeza

https://lorena.r7.com/post/Gwyneth-Paltrow-lanca-capsula-da-libido-feminina-Chamamos-de-pronta-para-f

https://lorena.r7.com/post/Lucas-Penteado-e-intimado-para-teste-de-DNA-de-suposto-filho

Na verdade, estamos apenas começando a cultivar cânhamo. O engraçado é que as regulamentações governamentais afirmam que você tem que mantê-lo onde as pessoas não possam ver, porque todas as crianças entram e fumam”, esclareceu ele. Em seguida, o ex-Beatles ressaltou que é “orgânico há mais de 20 anos”, quando comprou sua fazenda.

Quando comprei a fazenda, havia alguns campos onde os rapazes da fazenda diziam: 'Não há minhoca nesses campos, não há vida', e eu pensei: 'Isso é um desafio. Vamos nos tornar orgânicos'", falou. Paul McCartney já havia relatado que conheceu a maconha no ano de 1964 por meio de seu amigo Bob Dylan, também do Beatles, tornando-se um fumante constante. No entanto, confirmou que largou a maconha logo no início dos anos 2000 por conta de seu filho e das futuras gerações.

Eu não uso mais. Por quê? A verdade é que não quero servir de mau exemplo para os meus filhos e netos”, colocou.

 

Foto Destaque: Paul McCartney. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário