Notícias

Padre Robson: audiência é marcada para discutir pedido de prisão

O religioso está sendo investigado por desvio de dinheiro de fiéis para benefícios pessoais. O pedido de prisão contra Padre Robson foi feito pela Polícia Federal.

3 min de leitura
22 Nov 2021 - 21h00 | Atulizado em 22 Nov 2021 - 21h00

Uma audiência para discutir o pedido de prisão de Padre Robson pela Polícia Federal foi agendada para a tarde da próxima segunda-feira (29), no gabinete do ministro relator do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Benedito Gonçalves, com a defesa do religioso. A informação foi confirmada pelo advogado do pároco, Cléber Lopes.

 

Robson está sendo acusado de desvio de dinheiro da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), mantenedora do Santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), sob a suspeita de utilizar dinheiro dos fiéis para gastos pessoais e para seus parentes e pessoas de confiança.


 

Padre Robson conduzindo uma missa. (Foto: Divulgação/Santuário Divino Pai Eterno)

 


Segundo a defesa, a audiência será por videoconferência e a expectativa é que o pedido de prisão feito pela Polícia Federal seja indeferido. A investigação contra o padre iniciou após a suspeita de desviar mais de R$ 100 milhões em doações de fiéis para fins pessoais, mas a apuração, realizada pelo Ministério Público de Goiás, foi suspensa por decisão judicial. 

 

O pedido de prisão contra o padre envolve a suspeita de proprina no valor de R$ 1,5 milhão a dois desembargadores e um juiz substituido do Tribunal de Justiça de Goiás para receber uma decisão favorável em um processo envolvendo uma fazenda comprada pela Afipe, uma das associações criadas para receber doações de fiés para a construção de uma nova basílica em Trindade, que também foi usada para desviar mais de R$ 100 milhões em doações.

 

Bolsonaro sanciona projeto do Auxílio Gás para famílias de baixa renda

Australia formaliza acordo com EUA e Reino Unido para obter submarinos nucleares

MC Donald's retira banheiros multigênero em unidade de Bauru após criticas


Em nota, a corte informou que "não divulga informações sobre ações originárias em segredo de justiça, as quais estão sob o comando dos respectivos relatores, sob pena de prejuízo ao andamento das investigações".

 

Padre Robson é um dos mais famosos e populares da Igreja Católica. Como cantor, ele chegou a ter o quinto álbum mais vendido no Brasil em 2011, e acumula cerca de 5 milhões de seguidores em suas redes sociais.

 

 

Foto destaque: Padre Robson, acusado de desviar dinheiro de fiéis. Divulgação/Santuário Divino Pai Eterno

Deixe um comentário