Bem Estar

Os brasileiros não têm condições de pagar bons médicos, dizem 90% dos participantes de uma pesquisa

Os brasileiros sofrem para ter uma saúde de qualidade devido a problemas financeiros, segundo a maioria dos entrevistados de uma pesquisa. Além disso, sofrem com uma falta de suporte psicológico.

3 min de leitura
28 Out 2021 - 19h56 | Atulizado em 28 Out 2021 - 19h56

O Instituto Ipsos divulgou uma pesquisa nesta semana afirmando que o Brasil apresenta o maior percentual de pessoas que apontam para a falta de condição financeira da população para pagar por serviços médicos de boa qualidade. Os entrevistados que sustentam essa opinião somam 90%, sendo 32% acima da média mundial neste quesito.

Apesar do fato de que a maior parte dos brasileiros fazem uso do Sistema Único de Saúde (SUS), que oferece atendimentos e tratamentos gratuitos, os problemas econômicos tiveram um grande impacto na preocupação das pessoas quanto à saúde. 

A pesquisa aponta que a população de outros países da América Latina também acredita ter dificuldades para pagar por tratamento médico de qualidade. O número chegou a 83% na Colômbia, 81% no Chile, 81% no Peru, 80% no México e 80% na argentina. O instituto ainda disse que muitos entrevistados concordaram com a frase: "muitas pessoas não podem pagar por cuidados médicos no meu país".


Foto: Corredor de hospital. (reprodução/ pixabay)


Impactos na saúde mental

As doenças mentais representam o segundo problema de saúde mais comentado entre os brasileiros no ano de 2021, atrás, apenas, da preocupação com a covid-19. Na pesquisa feita pela Ipsos, 40% dos participantes mencionaram as questões psicológicas, representando um aumento de 13% com relação à pesquisa feita no ano anterior. 

"A gente vê o impacto da questão econômica em comparação com a pesquisa do ano passado", diz o diretor da área de pesquisas em saúde do Instituto Ipsos no Brasil, Fabrizo Maciel. Ele ainda diz que "isso se reflete também em outros aspectos, como o aumento da preocupação com saúde mental. A crise, as preocupações financeiras, inflação e insegurança exercem uma enorme pressão sobre a saúde mental das pessoas".

Os desafios da mulher moderna – Parte 2

Projeto verão: como a prática pode prejudicar sua saúde

Entenda notícia falsa que liga a vacina contra a covid-19 e o HIV

Outra pesquisa foi feita pela Global Health Service Monitor, que contou com 30 países, totalizando 21.513 entrevistados que possuem entre 16 e 74 anos. Os dados apontam que para 51% dos brasileiros acreditam que a falta de investimento na saúde é um problema sério no Brasil. Os números ainda mostram que 50% acreditam que falta investimentos em saúde preventiva e 45% apontaram para a dificuldade de acesso e extensos períodos de espera. 

"Isso não se restringe ao Sistema Público de Saúde - a pesquisa mediu a satisfação tanto com a rede privada quanto com a rede pública", afirma Fabrizo Maciel. 

 

Foto destaque: Os brasileiros não têm condições de pagar bons médicos, dizem 90% dos participantes de uma pesquisa. (Reprodução/ pixabay)

Deixe um comentário