Celebridades

O cantor Bruno Santos fala sobre a morte do irmão: ‘Internet o matou’

Filho mais velho de Walkyria Santos, o cantor Bruno Santos, compartilhou sua revolta sobre a morte do irmão Lucas Santos, que cometeu suicídio devido a comentários homofóbicos na internet.

3 min de leitura
05 Ago 2021 - 12h06 | Atulizado em 05 Ago 2021 - 12h06

 Bruno Santos, de 20 anos, filho mais velho da cantora Walkyria Santos, desabafou nesta quarta-feira (4) na sua conta do Instagram sobre a morte do irmão, Lucas Santos. O jovem de 16 anos, que foi encontrado morto em casa, em Natal (RN) nesta terça-feira (3), tirou a própria vida após receber comentários homofóbicos por um vídeo que publicou no TikTok.


“Ainda sem acreditar em tudo isso. Perdi uma parte de mim, que nunca mais vai voltar. Por causa do ódio gratuito nas redes, meu irmão se foi, por causa de pessoas que se acham no direito de julgar e apontar, ele se foi”, declarou o cantor.


Stories Bruno Santos (Foto: Reprodução / Instagram)


https://lorena.r7.com/post/Famosos-prestam-solidariedade-a-Walkyria-Santos

https://lorena.r7.com/post/STF-nega-novamente-pedido-de-habeas-corpus-de-Dj-Ivis

https://lorena.r7.com/post/Thales-Bretas-faz-homenagem-a-Paulo-Gustavo-Sua-forca-esta-e-estara-ainda-muito-presente

 

Para ele, a internet e as pessoas que usam as redes para discursos de ódio foram culpadas pela morte de seu irmão. “A internet é um ambiente doentio e podre. Cheio de pessoas que se acham no direito de julgar o outro, apontar, decidir se isso é certo ou não, baseado apenas no que elas acreditam. E, caso vá contra o que acreditam, o próximo passo é ‘cancelar’, como se fossem um usuário e senha de um joguinho. Mas isso não é um jogo, gente. Isso é a porra da vida real. E eu, simplesmente, não consigo entender de onde vem tanto ódio. O meu irmão se foi. Mas ele não tirou a própria vida, não. A internet matou ele. Comentários de ódio mataram ele. Os juízes da internet mataram ele”, acusou.


Bruno continuou, falando que não sabe como vai superar essa perda e mandou uma mensagem para Lucas. “O que nos falta é mais amor. Meu coração está em pedaços e não sei como vou colar de novo. Eu te amo, meu irmãozinho. Que Deus te guarde no melhor lugar, ao lado dele. Estarei aqui te dando orgulho, porque sei que você está assistindo a tudo daí de cima. Prometo que sua morte não passará em branco. As pessoas ainda vão me ouvir. Prometo que vou dar minha vida para salvar todos dessa crueldade, para que não passem pelo que você passou”, completou.


Caso você esteja se sentindo depressivo, ansioso, sobrecarregado ou está pensando em se machucar, procure seu médico, psicólogo, amigo ou familiar e não esqueça do CVV – Centro de Valorização da Vida (ligue 188).

 

(Foto destaque: Walkyria e seus filhos. Reprodução / Instagram)

Deixe um comentário