Tech

Nuro, empresa norte-americana de carros autônomos, construirá pista de testes

Nuro, primeira empresa de entregas feita por direção autônoma, construirá fábrica e pista de testes ao sul de Nevada, próximo a Las Vegas, para prevenir acidentes

3 min de leitura
03 Set 2021 - 16h27 | Atulizado em 03 Set 2021 - 16h27

Nuro, empresa norte-americana de carros elétricos autônomos fundada por dois ex-engenheiros da Google, Dave Ferguson e Jiajun Zhu, vem investindo alto em seu negócio de entregas sem motorista: agora que possui permissão não só para transitar como para cobrar pelo serviço, começará a construir no sul de Nevada uma fábrica e pista de testes para o R2, modelo do veículo utilizado atualmente, e o seu sucessor, R3.

Mercedes-Benz anuncia produção de ônibus elétrico no Brasil com investimento de R$ 100 milhões

Empresa libera testes de carros autônomos para o público em São Francisco, Califórnia

Tesla deixa feridos em acidente no estacionamento de escola na Inglaterra

A pista, localizada a alguns quilômetros da fábrica, ocupará cerca de 30 hectares da Las Vegas Motor Speedway, e servirá para testar o funcionamento dos veículos, questões ambientais e para prevenir acidentes com pedestres e animais de estimação, bem como para dar a preferência a ciclistas em vias compartilhadas. A Nuro, cujo carro robô é pequeno demais para comportar pessoas, declara preocupação maior com as vidas ao redor de seu veículo do que com os produtos que precisa entregar.

R2 funciona à bateria, não emitindo poluentes, e é conduzido à distância por um operador, que controla toda uma frota ao mesmo tempo. Sua velocidade não passa de 40 km/h e possui metade do largura de um carro compacto. Além disso, ele só faz entregas em regiões domiciliares, com pouco fluxo de veículos.


Cliente recebe código de acesso para abrir o veículo e retirar o pedido (Foto: Divulgação/Nuro) 


Com parceiros como a FedEx, Wallmart e Domino’s, a empresa enxerga crescimento em seu futuro. Em um comunicado, o CEO e cofundador Jiajun Zhu afirma ser este um momento significativo para a Nuro: “Graças ao nosso tremendo impulso, com parcerias estratégicas com líderes da indústria como Domino’s, Kroger e FedEx e operações em três estados, agora podemos investir em infraestrutura para construir dezenas de milhares de robôs”.

Tanto a fábrica quanto pista de testes devem estar prontas ao final de 2022, gerando 250 empregos diretos e cerca de US$ 2,2 bilhões em benefícios em dez anos para a região de Nevada. Dave Ferguson anuncia que, a partir daí, os veículos poderão ser um pouco maiores e mais rápidos do que os existentes, mas não dá detalhes.

 

(Foto destaque: carro de entrega não tem volante ou pedais. Divulgação/Nuro)

Deixe um comentário