Tech

Nintendo afirma interesse no metaverso, mas pondera a possível entrada no setor

O CEO da Nintendo, Shuntaro Furukawa, afirma que é preciso mais certeza sobre o que a empresa pode entregar que vá interessar e surpreender seus jogadores no metaverso

3 min de leitura
04 Fev 2022 - 15h18 | Atualizado em 04 Fev 2022 - 15h18

A Nintendo é uma empresa do setor de games que foi fundada em 1889 em Quioto, no Japão. Na última quinta-feira, dia 03, Shuntaro Furukawa CEO da empresa comentou em uma coletiva de imprensa sobre a visão da empresa para o metaverso. Furukawa afirma que a empresa não irá expandir para o metaverso enquanto não tiver certeza de que será possível entregar para os seus jogadores a surpresa e diversão que eles aguardam nesse meio.

Os executivos da empresa afirmam que há interesse na área e é possível sentir o potencial dela, mas eles se questionam sobre que tipo de alegria poderão proporcionar nesse ambiente, desse modo fica difícil ter uma definição a respeito no momento.

Segundo David Gibson, analista que estava na conferência onde as afirmações foram feitas, Apesar da Nintendo não garantir nada, a empresa demonstra ter interesse e está avaliando a possível entrada no setor.


Super Mario(Foto: Reprodução/Yahoo)


Contrapondo a hesitação da Nintendo com relação ao metaverso, a Microsoft obteve a Activision, empresa que desenvolve jogos, por US$ 69 bilhões em janeiro. A compra se tornou a maior aquisição, até o momento, do universo dos jogos. O motivo dado pela Microsoft para a compra está no fato da mudança proporcionar as ferramentas necessárias para a empresa entrar no metaverso.

A Nintendo tem um histórico de ser extremamente protetora no que se refere a sua propriedade intelectual, preferindo manter de forma interna ao invés de habilita-la a mediadores. Para o CEO não é viável expandir a empresa para o metaverso permitindo que terceiros tenham licenciamento de suas propriedades. "Não seria uma vantagem, trazer de repente pessoas que não pensam como a Nintendo", afirma Furukawa.

As afirmações não agradaram os investidores da empresa, que desejam que a Nintendo amplie seu regime de licenciamento de propriedade intelectual, adotando jogos de dispositivos móveis, por exemplo.

 

Foto destaque: Personagens dos jogos Nintendo. Reprodução/ Canal Tech.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo