Celebridades

Mônica Martelli discute sexo, menopausa e aponta "invisibilidade" etária da mulher

Em cartaz com sua nova peça, "Minha Vida em Marte", em São Paulo, a atriz falou à revista Quem sobre o espetáculo e criticou etarismo presente na vida da mulher.

3 min de leitura
13 Set 2022 - 10h30 | Atualizado em 13 Set 2022 - 10h30

De volta aos palcos com a peça “Minha Vida em Marte”, onde retorna ao papel de Fernanda, protagonista de “Os Homens São de Marte”, seu sucesso teatral que virou filme mais tarde, Mônica Martelli critica tabus sobre vida sexual e discute novo trabalho em nova entrevista para a revista Quem.

Na nova peça, a protagonista está tentando salvar o casamento em crise, bem como a próxima atriz relembra ter feito em sua vida pessoal antes de se separar do produtor Jerry Marques, em 2012, com quem teve uma filha, Julia, de 13 anos. Mônica conta que a inspiração para escrever o novo trabalho veio na época em que fazia “Os Homens São de Marte” enquanto enfrentava uma crise no casamento e  mantinha o hábito de escrever tudo aquilo que sentia e passava. “Ela gostaria de continuar casada, mas há muita mágoa, intolerância, o massacre da rotina, falta de libido, falta de admiração pelo marido”, contou.


Animada, Mônica compartilhou um vídeo da noite de estreia do espetáculo em seu Instagram. (Reprodução/Instagram) 


A atriz declarou que levou três anos para escrever a nova peça depois de sua separação e explicou que esse distanciamento é necessário para obter um olhar de fora e não tornar a produção um drama. 

Ao discorrer sobre a trama de Fernanda, que tenta reacender o desejo no casamento, mas acaba rompendo a relação aos 45 anos, Mônica fala sobre a “invisibilidade" etária que existe numa sociedade machista que enaltece a juventude. “Na peça há uma situação em que a mulher não transa e se sente culpada. Como assim, sabe?” indaga e continua falando sobre os tabus quando se fala na vida sexual da mulher, como a menopausa, onde existe vergonha e medo de perder o marido, o emprego e ficar desinteressante sexualmente, afirmou a atriz.     

Aos 54 anos, Mônica conta que a vida sexual não poderia estar melhor, “tem quem me pergunta se a transa é melhor ou pior. Como assim? A transa é melhor, sim. Agora eu sei o que eu quero”, declarou.  

A peça está em cartaz em uma curta temporada no teatro Renault, em São Paulo, até o dia 25 de setembro. 

 

Foto Destaque: Mônica Martelli. Reprodução/Camila Cara/Instagram.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo