Saúde

Mais de 10 milhões de brasileiros receberam reforço da vacina contra Covid-19

O equivalente a 73% da população brasileira foi imunizada com a primeira dose e 56% totalmente imunizada (com as duas doses ou com a vacina de dose única).

3 min de leitura
08 Nov 2021 - 12h58 | Atulizado em 08 Nov 2021 - 12h58

Neste domingo (7), dezesseis unidades federativas do Brasil (DF, AL, AM, AP, BA, DF, ES, MA, MS, MT, PA, PE, PI, PR, RJ, RN, RO e SP) atualizaram seus dados sobre vacinação contra a Covid-19. No país, 10.000.770 pessoas receberam doses de reforço.

Os dados das secretarias estaduais de Saúde divulgadas diariamente até as 20h são do consórcio de veículos de imprensa.

O equivalente a 73,04% da população brasileira (155.812.037 pessoas) foi imunizada com a primeira dose. Já 56,06% da população nacional (119.586.696 pessoas) está totalmente imunizada (com as duas doses ou com a vacina de dose única).


Ampola de vacina (Foto: Reprodução/Pixabay)


Nas últimas 24h, foram registradas a aplicação de 541.997 vacinas no Brasil, sendo 112.256 de primeira dose, 236.375 de segunda dose, 11.310 de dose única e 182.056 doses de reforço.

O país registrou 64 mortes por Covid-19 neste domingo. Desde o começo da pandemia o total de mortes é de 609.484. A média móvel apresentou diminuição de -31% em comparação com duas semanas atrás. É o sétimo dia do índice abaixo de 300.

 

https://lorena.r7.com/post/O-que-causa-depressao-e-o-ela-causa 

https://lorena.r7.com/post/Pediatras-defendem-vacinacao-de-criancas-contra-a-Covid 

https://lorena.r7.com/post/Alemanha-bate-recorde-de-casos-de-covid-19-pelo-segundo-dia-consecutivo 


Foram registrados também 5.774 novos casos de Covid-19, um total de 21.877.828 pessoas que já se contaminaram com o vírus. A média móvel apresentou uma diminuição de -17% (9.896 diagnósticos positivos) em comparação ao índice de duas semanas atrás, o que demonstra tendência de queda.


Teste positivo de Covid-19 (Foto: Reprodução/Pixabay)


O cálculo da “média móvel de 7 dias” é um recurso estatístico para detectar a tendência dos dados “abafando o ruído" causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão. Para chegar ao resultado é feita uma média entre o número do dia e dos seis anteriores que é comparado com a média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda dos casos ou das mortes.

Os estados com maior porcentagem da população imunizada (com segunda dose ou dose única) são: São Paulo (69,46%), Mato Grosso do Sul (65,13%), Rio Grande do Sul (61,88%), Santa Catarina (59,79%) e Paraná (58,56%).

 

Foto Destaque: Vacina Covid-19. Reprodução/Pixabay

Deixe um comentário