Notícias

Mais 47 municípios estão em situação de emergência na Bahia

Ao todo 72 cidades do Estado da Bahia estão em situação de emergência, por decorrência das chuvas intensas dos últimos dias; 18 mortes já foram registradas.

3 min de leitura
27 Dez 2021 - 14h44 | Atulizado em 27 Dez 2021 - 14h44

Mais 47 municípios foram incluídos em situação de emergência, na Bahia, por decorrência das chuvas que vem atingindo o estado nos últimos dias. Ao todo, 72 cidades estão nesta categoria.

Essa inclusão se deu através do decreto, assinado e disponibilizado na versão digital do Diário do Estado, ontem (26), pelo Governador da Bahia, Rui Costa (PT). O documento tem a validade de 90 dias e a partir da publicação, fica autorizada qualquer ação para auxiliar na reconstrução das cidades e apoio as vítimas, de todos os órgãos estaduais.

https://lorena.r7.com/post/Jovem-de-19-anos-grava-video-ameacando-Rainha-Elizabeth-e-tenta-invadir-Castelo-de-Windsor

https://lorena.r7.com/post/Conect-SUS-volta-a-funcionar-apos-ficar-quase-2-semanas-indisponivel

https://lorena.r7.com/post/Proantar-retoma-as-pesquisas-na-Antartica-depois-de-quase-dois-anos-suspensos


Com as chuvas intensas e o aumento do número de cidades atingidas, o governo da Bahia aumentou a estrutura de apoio às vítimas. Até o momento, Ilhéus, Itapetinga, Vitória da Conquista, Ipiaú e Santa Inês possuem locais que auxiliam o trabalho dos bombeiros. Além disso, um gabinete avançado foi instalado em Itamaraju para dar assistência aos municípios da região sul do estado.

Até a manhã de hoje, ao todo, 20 mortes foram registradas, além de diversos feridos. Os dois óbitos mais recentes ocorreram na cidade de Itabuna e confirmado pelos policiais do município. As vítimas foram identificadas como Felipe Duarte Garcia, de 21 anos, que foi encontrado às margens do Rio Cachoeira; e Maria das Neves Souza dos Santos, de 33 anos, que morreu após o desabamento da estrutura de seu banheiro, na madrugada de ontem.

De acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), em todo o estado, cerca de 16 mil pessoas estão desabrigadas e aproximadamente 19 mil estão desalojadas. No total, as autoridades do Estado, acreditam que cerca de 430 mil pessoas foram afetadas de alguma forma, pelo desastre.


A cidade de Ibicuí depois da tragédia (Foto: Reprodução/Prefeitura de Ibicuí)


Os danos materiais ainda estão sendo contabilizados pelas autoridades, mas, já é possível perceber que algumas casas e estradas foram destruídas pelas enchentes.

A Prefeitura de Itambé, divulgou um alerta na noite de Natal (25) por causa do rompimento de uma barragem na região. O pedido era de que os moradores da margem do rio Verruga se retirassem com urgência do local. Na região de Jussiape, outra barragem se rompeu.

Segundo o governador, em entrevista ao “GloboNews” nesse domingo, o cenário nas regiões afetadas pelas chuvas intensas no fim de semana é “devastador”.

As cidades mais atingidas pelo temporal foram Itabuna, Eunápolis, Itamaraju, Vitória da Conquista, Jucuruçu e Teixeira de Freitas.

Foto Destaque: Rio Cachoeira, em Itabuna - Divulgação/Reuters

Deixe um comentário