Notícias

Conect SUS volta a funcionar após ficar quase 2 semanas indisponível

Aplicativo Conect SUS volta a exibir comprovante de vacinação após ficar quase 2 semanas indisponível. Um ataque hacker derrubou o aplicativo, junto com outras plataformas do Ministério da Saúde para observação da Covid-19 no Brasil.

3 min de leitura
27 Dez 2021 - 11h30 | Atualizado em 27 Dez 2021 - 11h30

Depois de ficar fora do ar por quase 2 semanas, o aplicativo Conect SUS, do ministério da Saúde e Governo Federal, voltou a exibir aos usuários os comprovantes da vacinação contra o Coronavírus. Mesmo com certa instabilidade, o aplicativo voltou ao ar nesta quinta-feira, 23. No entanto, já nesta segunda-feira (27), o aplicativo está funcionando normalmente sem apresentar instabilidade. Após muitas reclamações de usuários do Iphone, uma nova atualização do aplicativo também foi disponibilizado para iOS e Android.

A derrubada do aplicativo Conect SUS aconteceu por causa de um ataque hacker que aconteceu na madrugada do dia 10 de dezembro e,  também invadiu outras plataformas. As plataformas Painel Coronavírus, o e-SUS Notifica que é responsável pela notificação de mortes e casos de Covid-19, o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) , que é responsável pelo  registro da cobertura de vacinação contra covid-19 e outras doenças; também foram derrubadas. Através de uma mensagem deixada nas plataformas invadidades, o Lapsus$ Group assumiu a autoria dos ataques cibernéticos.  



Mensagem deixada por hackers nas plataformas invadidas.(Foto:Reprodução/Estadão)


As pessoas demonstraram preocupação com o desaparecimento de seus dados nas redes sociais. No entanto, o governo federal garantiu que não houve perda de dados. O aplicativo e-SUS, que também foi invadido pelo Lapsus$ Group retornou a atividade após 11 dias indisponível.

https://lorena.r7.com/colunista/Natalia-Amorim/post/E-SUS-Notifica-volta-ao-ar-11-dias-apos-ataque-hacker

https://lorena.r7.com/post/Estados-contrariam-Queiroga-e-dizem-que-nao-vao-exigir-pedido-medico-para-vacinar-criancas

https://lorena.r7.com/post/A-decisao-esta-tomada-nao-havera-carnaval-em-2022-na-Bahia-afirma-Rui-Costa


O ataque trouxe problemas para quem queria emitir o comprovante de vacinação contra a covid-19, que passou a ser solicitado no dia seguinte à invasão aos viajantes internacionais que chegam ao Brasil, por decreto do STF. 

Enquanto este sistema esteve fora do ar, aqueles vacinados em Salvador, Curitiba, Espirito Santo, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo puderam emitir o comprovante de vacinação por meio da plataforma de saúde individual das cidades/municípios.

 

Foto Destaque: Aplicativo Conect SUS funcionando.Reprodução/Divulgação/Gov.

Deixe um comentário