Notícias

Lista de vencedores do leilão do 5G é divulgada

Negociações dos direitos para adquirir a tecnologia de internet móvel ocorrerá em dois dias, dia 4 e 5 de novembro. O leilão do 5G é o maior da história da telecomunicação do Brasil.

3 min de leitura
04 Nov 2021 - 22h00 | Atulizado em 04 Nov 2021 - 22h00

Nesta quinta-feira (4) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) iniciou o leilão da internet móvel da quinta geração, o 5G. As vendas foram abertas em lotes de quatro faixas de frequência: 700 MHz (megahertz); 2,3 GHz (gigahertz); 3,5 GHz; e 26 GHz. O evento ocorreu na sede da agência.

Nesta quinta-feira, os lances foram abertos para propostas das três primeiras faixas, e na sexta-feira ocorrerão as negociações para a frequência 26GHz. Os lances dados no primeiro dia de negociações representam uma arrecadação de cerca de R$ 7,089 bilhões para o governo.


 Tecnologia deve chegar nas capitais do país até julho de 2022 e gradativamente em todas as cidades brasileiras até 2029. (Foto: Reprodução/Getty Images)


Essas faixas funcionam como "avenidas" no ar para transmissão de dados. É através delas que o serviço de internet 5G será prestado. O direito de exploração das faixas será de até 20 anos. A Winity II Telecon Ltda, vencedora dos lances da faixa 700MHz, ofereceu 1,427 bilhão pelo lote. A empresa, que será a mais nova a oferecer serviço de telefonia no Brasil, terá de oferecer uma estrutura igual ou superior ao 4G em 1.185  rodovias, totalizando 31 mil km de estradas, e sistema 5G em 625 localidades.

 

https://lorena.r7.com/post/5-milhoes-de-familias-nao-sabem-se-serao-englobadas-no-Auxilio-Brasil

https://lorena.r7.com/post/Venda-de-mais-dois-produtos-a-base-de-cannabis-sao-liberados-pela-Anvisa

https://lorena.r7.com/post/Advogados-da-armeira-de-Rust-cogitam-sabotagem-em-tiro-no-set


Os lotes nacionais da faixa de 3,5 GHz foram arrematados pela Claro, TIM e Vivo.  A Claro venceu o primeiro lote (B1), com proposta de R$ 338 milhões. A Vivo levou o lote B2, em 80 MHz, na faixa de 3,5 GHz. O lance da empresa foi de R$ 420 milhões. O terceiro lote foi vencido pela TIM. A empresa ofereceu proposta de R$ 351 milhões. Sem receber lances significativos para o lote B4, o serviço será distribuído entre os fornecedores dos lotes nacionais e também dos lotes regionais.

Dentro da faixa 2,3 GHz, a Claro, TIM e Vivo arremataram lotes para poderem operar em determinados estados, municípios e regiões.

 

Foto Destaque: Tecnologia 5G. Reprodução/Jornal de Brasília

Deixe um comentário