Esportes

Jogador que agrediu árbitro é preso e pode responder por tentativa de homicídio

O meia atacante, William Ribeiro, do São Paulo - RS, que agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro, durante a partida do Campeonato Gaúcho da Série A2 entre Guarani de Venâncio Aires e São Paulo de Rio Grande, foi preso em flagrante ainda no estádio.

3 min de leitura
05 Out 2021 - 23h05 | Atulizado em 05 Out 2021 - 23h05

O jogador do São Paulo-RS, que agrediu o árbitro ao longo da partida do Campeonato Gaúcho da Série A2, foi preso em flagrante e levado à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, na região central do estado. Segundo o delegado que cuida do caso, o atleta será indiciado por crime de tentativa de homicídio. 

 

William Ribeiro, meia atacante, agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante a partida entre Guarani de Venâncio Aires e São Paulo de Rio Grande, no estádio Edmundo Feix. O árbitro ficou desacordado e precisou ser levado às pressas para o hospital, onde permaneceu internado em observação até a manhã desta terça-feira (05). Ele enviou um áudio aos seus amigos afirmando que está bem.

 

A agressão foi registrada pela transmissão da FGF TV, aos 15 minutos do segundo tempo, William Ribeiro reclamou da falta em um lance de ataque. O árbitro paralisou o jogo para repreender o jogador, foi quando recebeu um soco e empurrões, e já caído no chão foi golpeado com um chute na cabeça. 


Momento em que William Ribeiro agride o árbitro. Reprodução: Youtube/O Vale.


O juiz ficou imóvel depois de sofrer a agressão, e os jogadores das duas equipes imediatamente chamaram o atendimento médico. William Ribeiro foi preso ainda no estádio, prestou depoimento na delegacia e foi encaminhado para a penitenciária da cidade. 

 

Segundo Vinícius Assunção, delegado responsável, o jogador do São Paulo será indiciado por tentativa de homicídio, já que o árbitro não teve chance de defesa. “Ele já tinha levado um golpe quando estava em pé e caiu sem chance de defesa, poderíamos estar diante de uma morte e até uma lesão cerebral gravosa”, afirmou o delegado. 

 

https://lorena.r7.com/post/CBF-recusa-pedido-dos-clubes-ingleses-e-nao-libera-convocados
https://lorena.r7.com/post/Com-rumores-de-uma-possivel-insatisfacao-Mbappe-revela-que-pediu-para-sair-do-PSG
https://lorena.r7.com/post/Com-excelentes-atuacoes-Andreas-Pereira-ja-e-considerado-protagonista-do-time-estrelado-do-Flamengo

 

A partida foi suspensa após a agressão e foi retornada às 15h30 desta terça-feira (05), a partir dos 14 minutos do segundo tempo. O Guarani vencia a partida por 1 a 0, o jogo foi válido pela 12° rodada da competição.

 

 

 

 

Foto de Destaque: Árbitro Rodrigo Crivellaro deixa o hospital. Reprodução: Divulgação/Guarani-VA/Estadão

Deixe um comentário