Esportes

Importunação sexual no Mineirão: mulheres não conseguem acompanhar jogos sem sofrer assédio

Após mais uma denúncia de importunação sexual no estádio, Atlético-MG e Mineirão fazem campanhas para o fim desses casos de assédios durante as partidas

3 min de leitura
29 Nov 2021 - 16h39 | Atualizado em 29 Nov 2021 - 16h39

Durante a partida entre Atlético-MG e Fluminense, o estádio do Mineirão estava à beira de sua capacidade máxima com 59.896 torcedores, na ocasião um dos torcedores tentou beijar a força uma mulher no estádio, o mesmo não teve sua identidade revelada, mas foi identificado pela vítima e detido. Esse não foi o único caso relatado nesse domingo (28), de acordo com a Polícia Militar outra vítima procurou a delegacia do estádio para denunciar importunação sexual durante a partida contra o Corinthians no dia 10 de novembro.


 

Publicação do Mineirão via Twitter. (Foto: Reprodução/@Mineirao/Twitter)


Além desses casos, outras vítimas já denunciaram outros casos de assédio dentro do estádio, um deles resultando na prisão do agressor, que importunou uma estudante de 19 anos, porém o mesmo foi solto após dois dias no Presídio de Ribeirão das Neves II. Outro caso foi o da estudante Karinne Marques Guimarães, 21 anos, no qual um homem passou a mão em seu corpo durante a partida entre Atlético-MG e Grêmio, neste caso o agressor não foi identificado. O Atlético-MG, junto ao staff do Mineirão, informaram que estão realizando campanhas contra esse tipo de atitude em prol de um espaço no qual as mulheres possam desfrutar do esporte que amam sem serem vítimas de assédio.

 

https://lorena.r7.com/post/Apos-derrota-por-7x0-para-o-Benfica-Belenenses-tem-13-integrantes-da-delegacao-que-testaram-positivo-para-Covid-19

https://lorena.r7.com/post/Rumo-a-Gloria-Eterna-Torcedores-flamenguistas-e-palmeirenses-lotam-Montevideu

https://lorena.r7.com/post/Gremio-com-quase-100-de-chances-de-cair-para-a-zona-de-rebaixamento-torcedores-lamentam-nas-redes-sociais


Com a reincidência nos casos de importunação sexual, a nota liberada pela administração do estádio informa que o treinamento dos prestadores de serviço do mesmo vem sendo aprimoradas e que é de grande importância que as vítimas não deixem de denunciar qualquer tipo de agressão, física ou emocional.

O Clube Atlético Mineiro também emitiu sua opinião, na qual deixa claro que não apoia tais acontecimentos e pede para que os torcedores fiquem vigilantes em relação a possíveis novos casos de assédio, o clube também ressaltou a importância das torcedoras em suas arquibancadas e do respeito entre todos os torcedores.

 

Foto Destaque: Torcedora do Atlético-MG. Reprodução/Pedro Souza/ Atlético-MG

Deixe um comentário