Esportes

Histórico! Mayra Aguiar é a maior medalhista Brasileira após faturar Bronze em Tóquio

Na madrugada desta quinta-feira (29) a Brasileira Mayra Aguiar colocou seu nome no pódio dos maiores Judocas do mundo vencendo o terceiro Bronze em Olímpiadas, no tatame de Bodukan.

3 min de leitura
29 Jul 2021 - 14h16 | Atulizado em 29 Jul 2021 - 14h16

Na madrugada desta quinta-feira (29) a Brasileira Mayra Aguiar colocou seu nome no pódio dos maiores Judocas do mundo, vencendo o seu terceiro Bronze em Olímpiadas, no tatame de Bodukan. Templo do Judô mundial, a nossa heroína bateu a sul-coreana Hyunji-Yoon na categoria até 78 Kgs.
 
 Faturando a sexta medalha do Brasil, a segunda de Bronze, entrando de vez para a elite dos Atletas Olímpicos Brasileiros com um incrível "ippon" contra a adversária, e fazendo assim a façanha de conseguir três medalhas Olímpicas para o Brasil, Mayra também faturou medalhas em Londres em 2012 e no Rio em 2016.

 


Mayra Aguiar na cerimônia de premiação após vencer o Bronze para o Brasil (Foto: Reprodução/Getty Imagens) 


 O Judô é o esporte que mais rendeu medalhas para o Brasil na história das Olímpiadas, 24 no total, Mayra conquistou a terceira, mais que qualquer outro no país.

"Não estou conseguindo falar, estou emocionada. Acho que é a conquista mais importante para mim. Foram difíceis os últimos tempos, bem difíceis, tem que superar, superar de novo e de novo. Não aguentava mais fazer cirurgia, ainda mais no momento que vivemos, tive medo, angústia. Mas continuei. Dar o nosso melhor vale a pena ", disse a Judoca em entrevista à TV Globo.


Mayra Aguiar em entrevista após a vitória (Foto: Reprodução/TV Globo)


 Na Luta histórica, nossa medalhista analisou com cuidado a adversária, com tanto cuidado que acabou tomando uma punição por falta de combatividade. Logo Depois, Mayra levou a sul-coreana ao chão com um ippon e venceu a disputa pela medalha bronzeada em Tóquio, entrando assim para a história do Brasil e dos jogos Olímpicos.


Mayra após o juíz interromper a luta e dar a vitória a Brasileira (Reprodução/Reuters)



 Ainda na entrevista a TV Globo, à Porto Alegrense agradeceu à família e aos treinadores pelo apoio que deram a ela.

"Muito importante para mim. Não conseguiria nada sem minha família, me apoiaram em tudo e estavam comigo nos momentos mais complicados. Obrigada por me apoiar, por me aguentar, eu sou bem chata às vezes. Energia boa. TPM, cansada, com dor, estava comigo. Meus técnicos, apoio, todos. Que me fazem levantar todos os dias. Obrigada por estarem ali. Beijo para o seu Moacir. Me fez amar luta no chão. Pensei: "Não vou soltar, tenho potencial para ganhar essa luta". Beijão a todos. Obrigada de coração."


Maria Portela é punida e eliminada em luta polêmica: 'Eu dei tudo ali em cima, mas não deu mais uma vez'

Richarlison brilha, Brasil vence da Arábia Saudita e avança nas Olimpíadas

Atleta Japonês que derrotou Medina no surf provoca brasileiros


 Mayra, era a maior esperança de medalha Brasileira no Judô, levando em conta que Maria Portela, após polêmica decisão dos juízes foi embora mais cedo da competição e Rafael Buzacarini foi eliminado na estreia e iria entrar no tatame hoje à noite para disputar uma medalha para nosso país.

 

(Foto Destaque: Histórico! Mayra Aguiar é a maior medalhista Brasileira após faturar Bronze em Tóquio. Reprodução/Reuters)

Deixe um comentário