Grávida de 9 meses, modelo Lauren Adana é presa por forjar o próprio sequestro

Publicado 11 de Jan de 2021 às 16:13

Condenada por forjar o próprio sequestro, a modelo e digital influencer Lauren Adana foi presa na manhã desta segunda-feira (11), em Santana de Parnaíba, região metropolitana de São Paulo. O mandado de prisão foi ordenado pela Justiça do Paraná. 

Tudo começou em 2010, quando a ex-miss Pato Branco arquitetou um falso sequestro de si mesma para extorquir dinheiro de sua mãe, Vanessa Dallagnol. A simulação ocorreu na cidade de Francisco Beltrão, no Paraná, contando ainda com a ajuda de dois amigos da modelo e seu ex-namorado, que pediam uma quantia de R$ 100 MIL pelo resgate da vítima. 

Robinho é condenado em segunda instância a 9 anos de prisão por violência sexual

A condenação veio em 2013, e, até sua prisão, Lauren seguiu cumprindo regime semiaberto. A modelo tinha um mandado de prisão expedido em 29 de abril de 2020 pelo Tribunal de Justiça do estado do Paraná.


Lauren Adana

Danilo Fernandes, Lauren Adana e cachorro (Foto: Reprodução/ Instagram)


Em nota, a assessoria de imprensa e comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo afirmou: “Policiais da Divisão de Capturas, do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE), cumpriram, na manhã desta segunda-feira (11), mandado de prisão expedido pela Justiça do Paraná em desfavor de uma mulher de 31 anos que, em 2010, simulou o próprio sequestro. Ela foi encontrada em Santana de Parnaíba, onde foi presa e levada à sede da Divisão de Captura e permanece à disposição da Justiça”. 

Os perfis nas redes sociais da digital influencer e seu marido, Danilo Fernandes, foram privadas nesta manhã. Lauren, que tinha seu conteúdo voltado a estilo de vida e família, era seguida por mais de 104 mil pessoas em seu Instagram. A modelo é mãe de uma menina e está à espera de sua segunda filha, já no nono mês de sua gestação.

(Foto Destaque: Lauren Adana Lorenzetti. Reprodução/ Twitter)

Deixe um comentário