Notícias

Gráfico aponta que ocorreu um aumento de 32,6% nas internações por Covid-19 em SP

Nessa segunda-feira, dia 20 de dezembro de 2021, o porcentual de internações no estado de São Paulo obtém grande aumento de 32,6%, devido a nova variante da Covid-19, Ômicron.

3 min de leitura
21 Dez 2021 - 20h30 | Atualizado em 21 Dez 2021 - 20h30

Os últimos dados apontam que a porcentagem de casos no estado de São Paulo de pacientes infectados pela Covid-19 está avançando cada vez mais, de modo que de 2.274 pacientes que residem nos hospitais atualmente, 880 desses internados  se encontram em estado grave na UTI  (Unidades de Terapia Intensiva), segundo informações do governo de SP.  

Assim sendo, no dia 20 de dezembro do ano de 2021, segunda-feira ocorreram novas internações por conta do alto índice de crescimento e disseminação do vírus da Covid-19, chegando a obter por dia, cerca de 378 pessoas que contraíram o mesmo. Havendo um aumento significativo  de 32,6% de contaminados pela doença. Levando em consideração, em meio ao auge da segunda onda da pandemia eram registrados 3.399 cidadãos que deram entrada nos hospitais, de acordo com especialistas da área.


Porcentagem de internados por Covid-19 sobe em São Paulo (Foto: Reprodução/Silvio AVILA/AFP/exame.)


“A gente vê um aumento de hospitalizações no município de São Paulo que coincide com a entrada da ômicron. A gente não tem como afirmar com certeza que esse aumento é devido à ômicron, porque pode ser também influenciada também pela Influenza, pode ter outros fatores também. Tem mais gente se aglomerando, mas é evidência forte que isso pode estar acontecendo já”, Coutinho se pronuncia a respeito da forte repercussão da variante sul-africana Ômicron.

https://lorena.r7.com/post/Surto-de-gripe-e-consequencia-da-baixa-cobertura-vacinal-dizem-especialistas

https://lorena.r7.com/post/China-e-Russia-se-opoem-a-projeto-dos-EUA-de-isencao-a-sancoes-humanitarias

https://lorena.r7.com/post/Londres-cancela-festa-de-virada-de-ano-devido-a-nova-variante-Omicron


“Tanto o vírus da gripe quanto os vírus respiratórios e os vírus do resfriado comum acabaram fazendo com que muitas pessoas, especialmente da faixa etária pediátrica, procurassem os pronto-socorros, e precisando de internação. Nós não temos esse contingente todo de casos de coronavírus, principalmente [casos] da variante ômicron circulando na nossa população”, Jean Gorinchteyn, secretário estadual da Saúde comenta que o vírus está atacando o sistema respiratório dos infectados.

“Talvez isso já possa estar acontecendo com muitos quadros, frente à vacinação não fazem quadros mais expressivos, com quadros respiratórios como vimos no ano passado”, encerrou.

Foto destaque: Gráfico: internações por Covid-19. Reprodução/TV Globo/g1 São Paulo

Deixe um comentário