Esportes

GARRA E RAÇA: Fluminense vence a Chapecoense e se classifica na pré-Libertadores

O Fluminense enfrentou a Chapecoense diante de um Maracanã lotada e mesmo vencendo por 3 a 0, se classificou apenas para a pré-Libertadores, já que dependia de uma derrota do Bragantino.

3 min de leitura
09 Dez 2021 - 23h00 | Atualizado em 09 Dez 2021 - 23h00

O Fluminense recebeu a Chapecoense em partida válida pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro e venceu por 3 a 0. Em uma quinta-feira de casa cheia, o Fluminense dominou a partida, com sangue nos olhos para a busca da vaga na fase de grupos da Libertadores 2022. Já a Chape, apenas se despedia do Campeonato e da Série A, já que já estava rebaixada, sendo a lanterna do Campeonato. Com gols de David Braz, Luiz Henrique e Abel Hernandéz, o Fluminense fez uma de suas melhores partidas em toda a temporada.


Melhores momentos (Reprodução/GE)



Diante da sua torcida, que compareceu em peso, somando 48.198 torcedores no Maracanã, nesta quinta (09), o Fluminense foi empurrado pelas vozes das arquibancadas e manteve a insistência e a raça. Com o resultado, o Fluminense alcançou a 7ª colocação e se classificou para a pré-Libertadores, já que dependia de uma derrota do Bragantino. A Chape permaneceu na lanterna, com 15 pontos somados e jogará a Série B 2022. 


 



Primeiro tempo - A partida começou com cobrança de falta da Chapecoense que gerou perigo na área de Marcos Felipe com menos de 30 segundos. O Fluminense pressionou nos primeiros 5 minutos. Luiz Henrique recebe passe de Samuel Xavier, domina e após tabela com Bobadilla, sofre falta na entrada da área, que gerou o primeiro cartão amarelo para Ignácio. Cazares cobra falta mas bate na barreira e o marcador segue zerado. 

O Flu seguiu pressionando mas pecou nas finalizações. André foi destaque mais uma vez no quesito contra-ataque e forma dupla rápida com Luiz Henrique mas aos 11 minutos, o atacante perde o passe e a chance de abrir o placar. 



André pelo Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C)



A primeira finalização perigosa do Flu foi aos 12 minutos com Bobadilla, que cabeceou após cruzamento de Arias mas a bola foi no meio do gol e nas mãos de João Paulo. A Chape tentou pressionar e avançar pelo meio de campo mas não conseguia manter posse de bola, errando grande parte dos passes. 

Aos 30 minutos, não tinha nenhuma finalização na partida. Aos 37 minutos, ambas as equipes somavam 50% de posse de bola mas o Fluminense seguia errando nas finalizações, mesmo somando 10 em toda partida. 
O fim do primeiro tempo foi dominado pelo Fluminense, que buscava o primeiro gol na partida. Bobadilla quase conseguiu o feito após passe de André mas Ignácio recuperou e impediu o atacante tricolor de avançar. 

 

https://lorena.r7.com/post/David-Luiz-faz-forte-cobranca-sobre-elenco-do-Flamengo-Precisa-amadurecer

https://lorena.r7.com/post/Com-vitoria-nos-penaltis-Boca-Juniors-e-campeao-da-Copa-da-Argentina-e-garante-vaga-na-Libertadores-de-2022

https://lorena.r7.com/post/Com-Douglas-Costa-relacionado-Gremio-encara-o-Atletico-MG-em-jogo-decisivo


 

Segundo tempo - As equipes voltaram sem alterações e logo nos primeiros segundos, Cazares arriscou de fora da área, exigindo grande defesa de João Paulo. Bobadilla tentou aproveitar a sobra mas concluiu sem sucesso. Nos dois primeiros minutos, o Fluminense jogava com raça e dominava a área da Chapecoense. 

Aos três minutos, o Fluminense conseguiu explodir o grito de gol em sua torcida e David Braz abriu o placar tricolor. Após linda cobrança de escanteio de Marlon, o zagueiro apareceu no meio e finalizou de coxa para dentro das redes. 




O Tricolor seguiu pressionando no começo do jogo e aos 13', Luiz Henrique recebeu na entrada da área e de forma improvável, a bola bate nas duas traves e entra, confirmando o segundo gol do Fluminense. 

Aos 24', a Chape teve a sua primeira finalização com Rodrigo Silva, após cobrança de escanteio mas Luccas Claro bloqueou, evitando o primeiro gol do visitante. O Fluminense, ao contrário dos últimos jogos, não recuou e manteve o ritmo acelerado, na busca do terceiro gol. 

Nos acréscimos, a substituição de Marcão surtiu efeito em campo e Abel Hernández faz o terceiro, aproveitando passe de Wallace e acertando o cantinho do gol de João Paulo. 

A partida terminou em 3 a 0 e a equipe tricolor foi recebida de braços abertos pela sua torcida. Dependendo de uma derrota do Bragantino, que venceu por 1 a 0 no fim do jogo contra o Inter, o Fluminense seguiu na sétima posição e irá disputar a pré-Libertadores em 2022. 
As equipes finalizaram a temporada do Campeonato Brasileiro. 

 

Foto destaque: Fluminense. Lucas Merçon/Fluminense F.C

Deixe um comentário