Bem Estar

Fiocruz aponta uma diminuição da ocupação de leitos de UTI na maior parte do país

A Fiocruz emitiu um boletim mostrando o quadro de ocupação dos leitos do SUS em todo o Brasil. Os dados apontam que apenas dois estados estão acima dos 50% de ocupação devido ao coronavírus.

3 min de leitura
09 Set 2021 - 20h55 | Atulizado em 09 Set 2021 - 20h55

De acordo com o boletim feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), houve uma queda nas taxas de ocupação de pessoas com Covid-19 nos leitos do SUS em praticamente todos os estados do Brasil. Os dados apontam que mais de 85% das capitais e 90% das federações estão fora da zona de alerta, refletindo, assim, uma queda geral da incidência de casos graves, internações e mortes pelo coronavírus.

Este indicador reflete a tendência geral de diminuição de incidência de casos graves, internações e mortalidades por Covid-19”, afirma a Fiocruz, além de dizer que: “A redução simultânea e proporcional desses indicadores demonstra que a campanha de vacinação está atingindo o objetivo de proteger a população do impacto da doença, produzindo menos casos grave, internações e óbitos”.

Saúde dos pés: Podologia está alta

Estilo de vida: emagrecimento, saúde e estética, quais são os desafios?

Pessoas que contraíram covid-19 podem apresentar sequelas da doença após um ano

Apesar dos dados positivos, ainda se faz necessária o mantimento dos cuidados básicos para evitar a transmissão do vírus, já que existe um número alto d testes positivos para o coronavírus.

De acordo com o boletim, o estado de Roraima é o único estado com uma taxa superior a 80% na ocupação dos leitos devido ao Coronavírus, que o coloca na zona crítica. Já o Rio de Janeiro que vinha apresentando números preocupante nas últimas cinco semanas, está, sozinho, na zona de alerta intermediário, apresentando uma queda de 72% para 66%. Já os outros estados, juntamente com o Distrito Federal estão com taxas inferiores a 50%.


(Foto: Fiocruz aponta uma diminuição da ocupação de leitos de UTI na maior parte do país. Reprodução/ pixabay)


Número de óbitos

Houve uma queda no número de óbitos, que vem diminuindo a uma taxa de 1,3% ao dia, apresentando uma média de 680 óbitos diários em decorrência do coronavírus, de acordo com a Fiocruz. Além disso, existe uma redução diária de 1,9% de casos confirmados ao dia do covid-19.

A redução simultânea e proporcional desses indicadores demonstra que a campanha de vacinação está atingindo um dos seus principais objetivos, que é a redução do impacto da doença, reduzindo casos graves, internações e óbitos. No entanto, não é possível afirmar que há uma redução na transmissão da doença, já que os testes de diagnóstico têm sido voltados principalmente para pessoas com suspeita de infecção e sintomas que oferecem risco aos pacientes”, afirma a Fundação em boletim.

 

Foto destaque: Fiocruz aponta uma diminuição da ocupação de leitos de UTI na maior parte do país. (Reprodução/ Agência Brasil)

Deixe um comentário