Saúde

Estados Unidos autoriza 4ª dose da vacina contra Covid-19 para idosos

Nesta terça, a agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA) autorizou a aplicação da 4ª dose da vacina contra a Covid-19. A ação volta-se aos idosos e conta apenas com os insumos de duas farmacêuticas

3 min de leitura
30 Mar 2022 - 15h56 | Atualizado em 30 Mar 2022 - 15h56

A Food and Drug Administration (FDA) autorizou a quarta dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas com mais de 50 anos nos Estados Unidos. Nesta terça-feira (29), a agência reguladora de alimentos e medicamentos deliberou a ação com o objetivo de proteger os membros da faixa etária contra casos graves da doença, autorizando a aplicação do imunizante da Pfizer/BioNTech ou da Moderna.

Para tomar a decisão, o FDA analisou os resultados obtidos a partir da dose de reforço adicional aplicada quatro meses depois da última. A entidade observou que houve uma melhora na proteção contra o coronavírus na forma grave, o que implica em uma nova iniciativa de imunizar a população e assegurar a saúde dos idosos.


Vacina da Moderna estará liberada para a administração em idosos e imunossuprimidos. (Foto: Reprodução/Pixabay).


Enquanto os imunossuprimidos que completaram o esquema vacinal com as quatro doses há pelo menos quatro meses, já estão elegíveis para a quinta dose. Neste quadro, encaixam-se portadores de HIV e transplantados. Destinada a esta classe, a vacina da Pfizer estará disponível para aqueles com mais de 12 anos, e a da Moderna, para maiores de 18 anos.

De acordo com o cientista do FDA, Peter Marks, em relação aos idosos e imunossuprimidos, a evidência atual sugere uma diminuição na proteção contra os casos graves da Covid-19 no decorrer do tempo. Isto explica a importância de administrar mais uma dose da vacina para esses grupos.

Além disso, a organização exibiu dados de um estudo realizado em Israel, que indica os efeitos da quarta dose injetada quatro meses após a terceira em 700 mil pessoas. O resultado do estudo indica que a vacina adicional é segura.

Ainda, a agência mostrou dados de um estudo com 154 profissionais de saúde contemplados com a quarta dose. Neles, os anticorpos se elevaram duas semanas após a aplicação do imunizante e estenderam as barreiras de proteção para as variantes do coronavírus, delta e ômicron.

Foto Destaque: Aplicação de vacina. Reprodução/Pixabay.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo